Microsoft é acusada de ter o patch que protege o Windows XP do WannaCry desde fevereiro

Microsoft é acusada de ter o patch que protege o Windows XP do WannaCry desde fevereiro

A Microsoft surpreendeu quando lançou rapidamente um patch para o Windows XP que corrige o exploit explorado pelo ransomware WannaCry em seu ataque que quase parou o mundo na semana passada. Mas o The Register, depois de uma análise dos dados, está acusando a empresa de ter feito esse patch no início do ano, em fevereiro.

O site especula que o patch provavelmente foi feito para as empresas que pagaram a Microsoft por um suporte estendido de versões anteriores do Windows, uma prática comum no segmento industrial.

O suporte público do Windows XP, no entanto, se encerrou há 3 anos e a Microsoft, como toda empresa faz quando acaba o suporte de um serviço, avisou aos seus usuários sobre os riscos de segurança de se manter uma versão do Windows sem suporte. A crítica que fica aqui, no entanto, é que foi em abril que vazou o exploit da NSA usado pelo WannaCry no ataque. Se as acusações do The Register estiverem corretas, a Microsoft segurou durante um mês um patch pronto capaz de corrigir um perigoso exploit que havia se tornado de conhecimento público, só liberando essa correção de segurança depois que efetivamente aconteceu um ataque.

User img

Redação MC

Redação do Mundo Conectado

Hands-on do Moto G60: câmera de 108MP, tela de 120Hz e bateria de 6.000 mAh são os destaques

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.