Samsung reduz produção de celulares devido à queda nas vendas

Linhas de produção em fábrica no Vietnã estão funcionando por apenas três dias na semana

Samsung reduz produção de celulares devido à queda nas vendas
Créditos: Samsung/Reprodução

Durante os lockdowns da pandemia da COVID-19, mesmo com o evidente problema de escassez de semicondutores, empresas no setor de tecnologia, como de smartphones e jogos, presenciaram um aumento expressivo na demanda por seus produtos. Esses dias parece que chegaram ao fim. Com a atual situação de inflação e recessão econômica, a Samsung declarou que irá reduzir a produção de celulares devido à queda nas vendas e reduziu pela metade os dias que as máquinas de uma de suas maiores fábricas ficarão em funcionamento.

03/08/2022 às 13:10
Notícia

Samsung Galaxy Z Fold 4 terá proteção Gorilla Glass Victus Pl...

Melhorias de desempenho também são esperadas na nova geração dos dobráveis da Samsung

Mesmo com a decisão, a fabricante sul coreana ainda aguarda crescimento modesto de um dígito percentual para a segunda metade do ano. As informações divulgadas com exclusividade pela Reuters, apontam que a Samsung reduziu o volume de produção da fábrica de Thai Nguyen, no Vietnam. A planta em Thai Nguyen é responsável pela montagem de 100 milhões de smartphones por ano. Os empregados do local afirmam que as linhas de produção estão funcionando apenas por três dias na semana, comparados com seis dias anteriormente. A alteração pode significar uma redução de até 50% na capacidade de produção, mas até o momento nenhum número foi revelado.

Baixa na produção pode gerar demissões

É importante ressaltar que apesar das linhas de produção estarem funcionando apenas três dias na semana, em alguns momentos quatro, os funcionários não estão realizando hora extra. Existe a possibilidade da Samsung estar movendo sua capacidade de produção para outras fábricas, como as que possui na Índia ou Córeia do Sul, mas não há confirmação sobre essas informações.

As apurações da agência internacional Reuters apontam que os negócios não andam bem para as vendas da Samsung. O grande problema da redução na produção é que se a situação se manter assim, existe a possibilidade de demissões em massa. Tal situação está deixando os funcionários que trabalham na fábrica de Thai Nguyen preocupados. Até o momento, a Samsung não comentou oficialmente o assunto, mas mantém a expectativa positiva de que a empresa continuará crescendo até o final de 2022. 

Resta saber se demais fabricantes de smartphone do mercado como a Apple e a Xiaomi também estão planejando reduzir a produção de celulares para o restante de 2022, algo que pode impactar de forma expressiva o segmento.

Fonte: Sammobile, Reuters

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.