China tem plano ousado de criar novos alimentos no espaço

Cientistas estão usando o espaço para desenvolver genéticas mais resistentes

China tem plano ousado de criar novos alimentos no espaço
Créditos: Yan Ke/Unsplash

Apesar de a corrida espacial ter ficado para trás há algumas décadas, a China segue mostrando grande interesse em conseguir evoluir tecnologias no espaço. A BBC revelou na última segunda-feira (1º) que o país está em andamento com um projeto que permite criar sementes a 340 quilômetros de distância da superfície da Terra.

Chamado de Luyuan 502, ele é o segundo tipo de trigo mais cultivado da China. Entretanto, o ambiente promovido pelo espaço fez com que elas apresentassem uma mudança no DNA que a tornaram mais tolerantes à seca, além de ganhar resistência contra certas doenças. Isso tudo acontece devido à baixa gravidade e da ausência do campo magnético protetor da Terra.

Ao retornarem para o globo terrestre, estas sementes são selecionadas pelos chineses e, em seguida, cultivadas para conseguir criar novas genéticas de alimentos populares. De acordo com a BBC, cientistas acreditam que o cultivo no espaço pode servir como estímulo de adaptação agrícola.

Jonathan Borba/Unsplash

Segundo Liu Luxiang, tido como principal especialista em mutagênese espacial da China, este processo de "mutagênese espacial gera belas mutações" nas sementes. Ele também é o diretor do Centro Nacional de Mutagênese Espacial para Aprimoramento da Produção Agrícola do Instituto de Ciências da Produção da Academia Chinesa de Ciências Agrícolas.

Por enquanto, apenas benefícios

Os pesquisadores revelaram que esta variedade da Luyuan 502 apresenta um rendimento 11% maior do que a do trigo tido como padrão plantado na China. Além disso, ele também se mostrou mais resistente à seca e pragas. Os dados foram apresentados pela Agência Internacional de Energia Atômica.

Esta possibilidade de se adaptar melhor às adversidades fez com que a Luyuan 502 se tornasse um sucesso entre os agricultores, que sofrem constantemente com a variação de clima na região. Entretanto, a semente do trigo é apenas uma das mais de 200 variedades agrícolas que passaram por mutação no espaço sideral.

Isso porque nos últimos 30 anos, o país enviou diversas sementes para o espaço com o objetivo de torná-las mais resistentes. Entre eles, os cientistas enviaram arroz, milho, soja, alfafa, gergelim, algodão, melancias, tomates, pimentões e muitos outros vegetais para o espaço.

Fonte: BBC

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.