Somente 18% dos brasileiros das classes ABC não sabem o que são criptomoedas

Pesquisa demonstra que os ativos digitais ficaram populares entre a população

Somente 18% dos brasileiros das classes ABC não sabem o que são criptomoedas
Créditos: Pixabay/Reprodução

As criptomoedas estão avançando no imaginário do brasileiro, e uma pesquisa realizada pelo C6 Bank/Ipec, demonstrou que boa parte da população já tem algum conhecimento sobre o assunto.

No estudo é demonstrado que cerca de 18% dos brasileiros, de 2 a 10 pessoas que tem acesso à internet, não sabem do que se trata as cripto.

As novas tecnologias relacionadas ao mercado financeiro tem avançado rapidamente nos últimos anos. Blockchain, NFT e principalmente as criptomoedas, têm encontrado caminhos acessíveis ao grande público, graças às fintechs que se aliaram a essas tecnologias para que seus usuários tenham acesso a novas opções de investimento.

Pesquisa sobre criptomoedas

Segundo a pesquisa 30% ainda não possuem opinião formada sobre o assunto; 24% declararam que nunca investiram nessa classe de ativos, mas consideram como uma opção pro futuro; outros 19% relatam que nunca investiram e que não confiam nas criptomoedas; 9% dizem que já investiram e podem voltar a investir, dependendo do cenário; enquanto 1% afirma que jamais investirá no ativo novamente.

A pesquisa, com margem de erro de dois pontos percentuais, foi realizada com dados coletados de 2000 brasileiros das classes ABC, entre os dias 14 e 20 de julho, de todas as regiões do país e que tem acesso à internet. 

Outros dados obtidos pela pesquisa são:

  • As criptomoedas são menos populares entre as mulheres e pessoas mais velhas;
  • 20% do público feminino diz desconhecer as criptomoedas, entre os homens esse percentual cai para 14%;
  • Do público com mais de 60 anos, o nível de desconhecimento é de 27%;
  • Entre os jovens, de 18 a 24 anos, apenas 13% não sabem do que se trata os ativos digitais.

Na pesquisa ainda é possível traçar um perfil sobre quem mais investe em criptomoedas: jovem e com maior nível de escolaridade.

O sudeste do país apresenta uma ligeira popularidade entre os entusiastas das criptomoedas, mas nada que o distancie muito das outras regiões do país; e no interior o número de investidores é um pouco maior do que nas capitais e periferias.

Fonte: C6 Bank

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.