Veja nova imagem detalhada de Júpiter feita pelo telescópio James Webb

Planeta é um dos primeiros objetos de estudo do telescópio espacial

Veja nova imagem detalhada de Júpiter feita pelo telescópio James Webb
Créditos: Divulgação/ESA

NASA divulgou no último sábado, dia 30, mais uma imagem de Júpiter capturada pelo Telescópio Espacial James Webb (JWST). A foto do Gigante Gasoso foi registrada através do instrumento Near Infrared Camera (câmera de infravermelho próximo, em tradução direta) e é possível a Grande Mancha Vermelha de Júpiter, um anticiclone maior que a Terra.

Nova imagem de Júpiter pelo James Webb

Há uma diferença entre esta nova imagem de Júpiter e as outras divulgadas algumas semanas atrás: o instrumento com a qual foram capturadas. As duas imagens reveladas anteriormente foram registradas pelo instrumento de infravermelho — enquanto a nova imagem está visível no espectro próximo de infravermelho, o que quer dizer que são comprimentos de ondas abaixo do infravermelho.

Os comprimentos de onda que formaram a imagem medem apenas 2,12 microns, o mesmo que uma bactéria comum. O filtro utilizado na imagem ajudará pesquisadores a estudar o hidrogênio na atmosfera de Júpiter. O James Webb não é um telescópio feito para estudar apenas objetos fora do Sistema Solar, mas também capaz de resolver mistérios que ainda rondam nossos planetas vizinhos e a formação do nosso próprio sistema. 

James Webb: anos de produção até o lançamento

O projeto do telescópio James Webb foi desenvolvido pela National Aeronautics and Space Administration (NASA) em conjunto com as agências espaciais europeias e canadense. Inicialmente, era previsto para ter sido lançado em 2007. Mas alguns problemas atrasaram o lançamento do modelo, um deles foi o alto custo de produção do telescópio James Webb, que estava aumentando cada vez mais e, ainda em 2005, fizeram os engenheiros repensar o projeto original.

29/07/2022 às 22:50
Notícia

NASA encontra poços na Lua com temperatura "confortável&...

Descoberta abre perspectiva para novas explorações lunares

Em 2016 o telescópio foi declarado como pronto, mas novamente o seu projeto foi suspenso por complicações de construção e ficou assim até 2019, quando ele finalmente foi montado. Entretanto, devido a pandemia causada pela COVID-19, mais atrasos aconteceram até a NASA finalmente marcar o dia 18 de dezembro de 2021 para o lançamento.

Através dele os pesquisadores poderão observar ainda mais coisas do espaço, podendo ver algumas das galáxias mais antigas do universo e outros corpos celestes, como buracos negros. Sua operação iniciou no dia 12 de julho de 2022.

Continua após a publicidade

Fonte: Space

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.