Twitter reclama que Elon Musk fez a rede social perder dinheiro

Empresa alegou que "incerteza" do empresário gerou queda na receita

Twitter reclama que Elon Musk fez a rede social perder dinheiro

Na apresentação dos resultados do segundo trimestre deste ano, divulgado nesta sexta-feira (22), o Twitter culpou Elon Musk pela queda na valorização da empresa se comparado com o mesmo período do ano passando, reduzindo de US$ 1,9 bilhão para US$ 1,8 bilhão.

08/07/2022 às 19:20
Notícia

Elon Musk desiste oficialmente de comprar o Twitter

Com o fim do acordo, ele terá que pagar US$ 1 bilhão para a plataforma

O relatório apresentado pela empresa alega que a queda de 1% na receita se deu em decorrência da "incerteza relacionada à aquisição do Twitter". Às incertezas de Elon Musk frente à rede social também foi responsável por fazer com que não houvesse uma teleconferência para que os resultados fossem apresentados aos acionistas.

"Dada a aquisição pendente do Twitter por uma afiliada de Elon Musk, não realizaremos uma teleconferência de resultados, emitiremos uma carta aos acionistas ou forneceremos orientação financeira em conjunto com a nossa divulgação de resultados do segundo trimestre de 2022", diz o relatório.

Apesar de toda polêmica envolvendo Elon Musk, o relatório apresentado pelo Twitter apresentou um crescimento no número de usuários se comparado com o último trimestre. Isso porque a rede social conseguiu atingir a marca de 237 milhões de usuários ativos diariamente. O número é superior aos 229 milhões que haviam sido apresentados nos três primeiros meses deste ano.

Desistência da compra e polêmicas

No início deste mês, Elon Musk, presidente-executivo da Tesla, revelou que estava rescindindo o acordo forma de compra do Twitter. O empresário alegou que a empresa não forneceu informações claras e suficientes sobre o número de spam e contas falsas presentes na plataforma.

Desde o início do processo de compra do Twitter, Musk fez diversas ameaças da desistência do negócio. Entretanto, ele precisará arcar com US$ 1 bilhão pelo processo de desmembramento. O valor inicial da compra seria de US$ 44 bilhões. O abandono da negociação fez com que as receitas do Twitter caíssem 6%.

Em 14 de abril, o dono da Tesla e da SpaceX, Elon Musk ofereceu US$ 44 bilhões para a compra total do Twitter. Dez dias antes ele se tornou o maior acionista individual após comprar 9,2% em ações da rede social.

Entretanto, o conselho do Twitter decidiu reavaliar a proposta de Musk apenas algumas semanas depois. A empresa havia alegado que estava comprometida com uma “revisão cuidadosa, abrangente e deliberada” da oferta apresentada pelo bilionário. No fim do mês de abril, o conselho optou por aceitar a proposta de Elon Musk, que tinha caminho aberto para conseguir concluir o negócio.

Continua após a publicidade

A conclusão do negócio foi novamente afetada no mês de maio. Isso porque o empresário afirmou que não daria continuidade à compra do Twitter para avaliar o número de contas falsas existentes na plataforma. De acordo com ele, a justificativa seria em referência aos "detalhes pendentes que suportam o cálculo de que contas falsas/spam de fato representam menos de 5% dos usuários".

Fonte: The Verge

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.