Telescópio James Webb é capaz de detectar água em outro planeta

JWST possui equipamentos capaz de identificar componentes de atmosferas distantes

Telescópio James Webb é capaz de detectar água em outro planeta
Créditos: Divulgação/ESA

O Mundo todo está estupefato pelas primeiras imagens coloridas do Telescópio Espacial James Webb (JWST). E não por menos, já que todo o mistério da astronomia, galáxias distantes e outros belíssimos objetos astronômicos cativam a atenção do público — principalmente quando são fotos de tão alta resolução. Mas outra revelação fascinante do JWST não pode passar batida: o telescópio foi capaz de identificar vapor de água na atmosfera de um planeta há 1.150 anos-luz de distância da Terra. 

15/07/2022 às 10:15
Notícia

Rover Perseverance coleta mais material em busca de vida em M...

Jipe-robô coletou sua décima amostra de solo para sua pesquisa

James Webb encontra vapor de água — em planeta gasoso

Encontrar água em um exoplaneta, nas suas mais variadas formas, é algo que sempre chama atenção. Mesmo que nunca tenhamos achado — ainda — um planeta habitável e essa descoberta do James Webb seja em um planeta extremamente quente, gasoso e muito próximo da sua estrela, ela diz muito sobre o futuro da humanidade e a tecnologia do JWST.

A atmosfera do planeta gasoso WASP-96 b possui vapor de água e o James Webb conseguiu detectar isso mesmo estando 1.150 anos-luz de distância. O telescópio fez a descoberta utilizando o NIRISS (instrumento de espectrografia que detecta ondas próximas do infra-vermelho) medindo a luz emitida do sistema estelar WASP-96 (exoplanetas em sistema são indicados pela letra após o nome da estrela) por quase 6 horas e 30 minutos. 

A demonstração da capacidade dos instrumentos do JWST é um indicativo de como ele revolucionará a pesquisa de exoplanetas. Com o início da sua operação, estamos mais próximas de achar planetas habitáveis — e até mesmo vida, como disse um dos diretores da NASA. Ficamos no aguardo, James Webb.

James Webb: anos de produção até o lançamento

O projeto do telescópio James Webb foi desenvolvido pela National Aeronautics and Space Administration (NASA) em conjunto com as agências espaciais europeias e canadense. Inicialmente, era previsto para ter sido lançado em 2007. Mas alguns problemas atrasaram o lançamento do modelo, um deles foi o alto custo de produção do telescópio James Webb, que estava aumentando cada vez mais e, ainda em 2005, fizeram os engenheiros repensar o projeto original.

13/07/2022 às 15:15
Notícia

James Webb x Hubble: compare as imagens capturadas pelos tele...

NASA já divulgou as cinco primeiras imagens coloridas do JWST

Em 2016 o telescópio foi declarado como pronto, mas novamente o seu projeto foi suspenso por complicações de construção e ficou assim até 2019, quando ele finalmente foi montado. Entretanto, devido a pandemia causada pela COVID-19, mais atrasos aconteceram até a NASA finalmente marcar o dia 18 de dezembro de 2021 para o lançamento.

Continua após a publicidade

Através dele os pesquisadores poderão observar ainda mais coisas do espaço, podendo ver algumas das galáxias mais antigas do universo e outros corpos celestes, como buracos negros.

Fonte: NASA, BGR

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.