Mapeamento mostra pirâmides escondidas na Amazônia

Construções seriam obra do povo Casarabe, que viveu no sudoeste da Bacia Amazônica da Bolívia em 500 a.C

Mapeamento mostra pirâmides escondidas na Amazônia
Créditos: Johanna Rupprecht | lyraina.com

Um mapeamento a laser revelou pirâmides no sudoeste da Bacia Amazônica da Bolívia. Os "amontoamentos de terra" tem até 22 metros e estão "escondidos" entre montes florestais.

14/06/2022 às 21:00
Notícia

Ratanabá: teoria infundada afirma existência de uma cidade pe...

Assunto repercutiu na internet nas últimas semanas, mas não há qualquer comprovação ou indício de que...

De acordo com os cinco cientistas responsáveis pela descoberta, acredita-se que tais pirâmides foram construídas pelo povo Casarabe, que viveu na região no período de 500 antes de Cristo. Eles teriam "desaparecido" por volta de 1400.

Outro ponto interessante é que os montes florestais que escondem as construções hoje já teriam sido parte de um centro urbano com três vezes o tamanho da Cidade do Vaticano. Ele também teria "infraestrutura maciça de gestão de água, composta por canais e reservatórios, em uma paisagem antropogenicamente modificada". A publicação original da descoberta, na revista científica Nature, sugere que as pirâmides seriam grandes centros cívico cerimoniais.

Durante o século 20, acreditou-se que a região da Amazônia nunca havia sido densamente povoada, e que os povos amazônicos se organizavam em pequenas tribos nômades. A descoberta recente reforça a mudança desse pensamento, e mostra que a região já teria abrigado sociedades avançadas antes da chegada dos europeus. 

Como as pirâmides foram descobertas

A descoberta dessa suposta organização urbana do povo Casarabe foi possível graças à tecnologia chamada de Lidar. Ela permite mapear um terreno remotamente, geralmente do ar, e cria uma imagem 3D do local analisado.

18/01/2020 às 09:21
Notícia

YouTuber é preso por cinco dias por escalar pirâmide de Gizé

Vitaly Zdorovetskiy vestia um moletom com as frases "parem a guerra" e "ajudem a Austr...

Os cientistas Heiko Prümers, Carla Jaimes Betancourt, José Iriarte, Mark Robinson e Martin Schaich testaram a tecnologia de mapeamento em seis áreas próximas a locais em que já tinha sido confirmada a presença do povo Casarabe. Eles disseram que essa mesma tarefa poderia levar até 400 anos usando técnicas convencionais para descoberta e averiguação.

Continua após a publicidade

A partir desse ponto, os cientistas pretendem se aprofundar nos questionamentos que essas pirâmides e centros urbanos antigos trazem à tona. Exemplos incluem a existência dos reservatórios de água, possíveis práticas agrícolas e até o "abandono" desses assentamentos.

Via: Tilt UOL

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.