Afinal, Inteligências Artificiais que falam como humanos são conscientes?

Caso do engenheiro do Google que foi afastado por acreditar na consciência de uma IA gerou bastante debate

Afinal, Inteligências Artificiais que falam como humanos são conscientes?
Créditos: PhonlamaiPhoto/iStock

Recentemente, um engenheiro da Google foi afastado do seu trabalho por acreditar que uma Inteligência Artificial havia adquirido consciência. Mas disso surge a pergunta: isso é realmente possível?

24/06/2022 às 15:30
Notícia

Humanos terão um segundo "eu" feito por inteligênci...

Eric Schmidt também comenta sobre o recente caso envolvendo a inteligência artificial LaMDA

Blake Lemoine afirmou ao jornal Washington Post: "Reconheço uma pessoa quando falo com uma. Não importa se ela tem um cérebro na cabeça dela, ou se tem bilhões de linhas de código". Porém, os linguistas Kyle Mahowald e Anna A. Ivanova, em publicação para o The Conversation rebatem que o estranhamento e surpresa vem da habilidade da máquina aprender a responder como um humano, não de uma consciência em si. Segundo eles, a IA do Google, apelidada de LaMDA (sigla em inglês para Modelo de Linguagem para Aplicações de Diálogo) pode, sim, produzir frases extremamente "humanas", mas é apenas a versão mais sofisticada de uma tecnologia que já existe desde os anos de 1950, conhecida como modelos n-gram.

Como essa Inteligência Artificial é treinada com acesso aos infinitos dados disponíveis na internet, ela teria uma "bagagem" muito maior e mais complexa de palavras e expressões para utilizar. Ela também pode aprender relações entre palavras que estão distantes, não apenas palavras que são vizinhas. Mas sua função ainda é a mesma: usar a estatística e probabilidade para "saber" qual palavra é a mais "correta" em um processo de construção de frase com um determinado contexto.

Apesar desses contrapontos, e outros pesquisadores também terem entrado na onda de ceticismo após o caso com o engenheiro do Google, os linguistas afirmam que o debate sobre a "consciência" de Inteligências Artificiais continua. E, pode ser até cômico, mas também reforçam que modelos conversacionais não tem sentimentos reais. Usando outro trecho do The Conversation: "O que os pesquisadores determinaram, no entanto, é que você não pode simplesmente confiar em um modelo de linguagem quando ele lhe diz como se sente. As palavras podem ser enganosas, e é muito fácil confundir fala fluente com pensamento fluente".


Via: Tilt UOL Fonte: The Conversation

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.