Twitter irá à justiça para manter compra por Elon Musk

Conselho da rede social confirmou que o plano é de vender em totalidade a empresa

Twitter irá à justiça para manter compra por Elon Musk
Créditos: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

29/06/2022 às 13:00
Notícia

Elon Musk alcança 100 milhões de seguidores no Twitter como p...

Confira algumas notícias recentes sobre o bilionário que completou 51 anos no dia 28 de junho

Minutos após receber a informação que Elon Musk desistiu da compra, o Twitter publicou sua resposta. O conselho da empresa disse que segue "confiante no acordo" de aquisição no valor de US$ 44 bilhões. Além disso, informou que irá entrar com uma ação para que a negociação seja concretizada.

Estamos comprometidos em fechar a transação no preço e nos termos acordados com o Sr. Musk e planejamos entrar com uma ação legal para fazer cumprir o acordo de fusão”, disse a empresa em comunicado. “Estamos confiantes de que venceremos no Tribunal da Corte de Delaware (EUA)” completou a empresa.

O presidente do conselho do Twitter reforçou o comunicado com o mesmo comunicado. Confira:

No documento divulgado nesta sexta-feira (8), os advogados de Musk disseram que o Twitter falhou ou se recusou a responder a vários pedidos de informações sobre contas falsas ou spam na plataforma, o que é fundamental para o desempenho dos negócios da empresa.

"O Twitter está em violação material de várias disposições desse Acordo, parece ter feito representações falsas e enganosas nas quais o Sr. Musk se baseou ao celebrar o Acordo de Fusão", disse o documento.

As ações do Twitter caíram 6% a US$ 34,58 em negociações estendidas. Isso é 36% abaixo dos US$ 54,20 por ação que Musk concordou em comprar o Twitter em abril.

Processo demorado e com polêmicas

Em 14 de abril, o dono da Tesla e da SpaceX, Elon Musk ofereceu US$ 44 bilhões para a compra total do Twitter. Dez dias antes ele se tornou o maior acionista individual após comprar 9,2% em ações da rede social.

Continua após a publicidade

Algumas semanas depois, o conselho do Twitter decidiu reavaliar a proposta de Musk. A própria empresa disse que estava comprometida com uma “revisão cuidadosa, abrangente e deliberada” da oferta. No entanto, a possibilidade de novas negociações ressurgiu quando a empresa, ainda segundo o The Journal, se reuniu com o lado de Musk para discutir. E no final do mês de abril, o conselho aceitou a proposta e Elon Musk tinha caminho aberto para ser o novo dono da rede social.

Então, começou o processo de avaliação de compra por parte da equipe de Musk. Primeiro surgiu rumores que ele desistiria para salvar a Tesla, visto que as ações da empresa caíram após o anúncio da compra da rede social

No meio do mês de maio, ele anunciou que estava suspendendo a compra do Twitter para avaliar contas falsas. De acordo com o comprador, a justificativa seriam os "detalhes pendentes que suportam o cálculo de que contas falsas/spam de fato representam menos de 5% dos usuários". Inclusive ele fez ameaças no início do mês de junho, caso o Twitter não liberasse os dados dos usuários para avaliação.

Agora, o negócio se encerra sem ser fechado. Essa não é a primeira vez que Musk cancela um negócio. Em 2018, ele prometeu criar uma empresa de biscoitos para concorrer com a já consagrada See's Candies, do filantropo americano Warren Buffet, mas retrocedeu pouco tempo depois.

Fonte: Reuters

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.