Ucraniana ganha Nobel da Matemática por resolver problema sem solução desde o século XVII

Maryna Viazovska é a segunda mulher a ganhar a Medalha Fields desde 1936

Ucraniana ganha Nobel da Matemática por resolver problema sem solução desde o século XVII
Créditos: VESA MOILANEN/Lehtikuva/AFP /Tilt UOL

A ucraniana Maryna Viazovska recebeu a Medalha Fields, considerada o Prêmio Nobel de matemática, por resolver um caso "sem solução" desde o século XVII. O "problema de empacotamento de esferas" remonta do tempo em que se perguntou como as balas de canhão deveriam ser empilhadas para obter a solução mais densa possível.

06/07/2022 às 15:55
Notícia

Acelerador de partículas mais poderoso do mundo é reativado n...

Após manutenção que durou quase 3 anos, o LHC volta a funcionar

Maryna já havia resolvido, em 2016, dois casos do famoso problema geométrico que o cientista alemão Johannes Kepler propôs no século XVII, aproximadamente em 1611 - e recebeu vários prêmios por isso. A questão é, basicamente, quantas esferas cabem em uma caixa muito grande da melhor forma possível. Porém, a matemática para isso é extremamente complexa.

Viazovska passou a focar no problema durante seu pós-doutorado e, depois de dois anos, acabou encontrando a solução. Em suas palavras, "acabou sendo mais fácil do que ela pensava". Ela produziu um artigo de 25 páginas para um problema de dimensão oito. Por motivos de comparação, o matemático Thomas Hales, que fez uma demonstração em três dimensões no final da década de 1990, apresentou 250 páginas que levaram quase 20 anos para serem revisadas.

A história se torna mais impressionante quando lembramos que Johannes Kepler, o criador da questão, não conseguiu provar matematicamente a melhor forma de ocupar um espaço com o maior número de esferas possível. Outros grandes matemáticos da história também não chegaram em uma resposta. Para Pablo Hidalgo, pesquisador do Instituto de Ciências Matemáticas do Conselho Superior de Pesquisa Científica da Espanha, "o que Viazovska conseguiu em 2016 foi generalizar o problema [...] Como resultado da resolução de Viazovska, nos últimos cinco anos, foram abertas linhas de pesquisa em diferentes partes do mundo".

Não satisfeita, uma semana após resolver o caso de oito dimensões, ela achou a solução para uma situação que envolvia 24 dimensões. Porém, dessa vez contou com ajuda de outros colegas.

A Medalha Fields de Matemática começou a ser distribuída em 1936.Ela é entregue a matemáticos com menos de 40 anos a cada quatro anos. Até hoje, apenas duas mulheres receberam o prêmio, contando com Maryna. A primeira mulher foi a iraniana Maryam Mirzakhani, em 2014.

Continua após a publicidade

Atualmente, Maryna Viazovska é professora da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça. 

Via: Tilt UOL | BBC News

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.