Influenciadores chineses: governo impõe código de ética e regras em áreas sensíveis

Novas leis exigem que influenciadores tenham conhecimento na área que atuam nas redes sociais locais

Influenciadores chineses: governo impõe código de ética e regras em áreas sensíveis
Créditos: Bianca Ackermann/Unsplash

O Governo Chinês passa por um processo de modernização de suas leis, principalmente por conta do aumento do consumo de internet. Após regulamentar as big techs na China, o governo decidiu criar normas para os influenciadores locais. 

01/07/2022 às 11:00
Notícia

Sonda chinesa fotografa toda a superfície de Marte; veja fotos

Tianwen-1 realizou 1.344 órbitas ao redor do planeta vermelho

No final de junho, o país do imperador Jin Yuzhang determinou um código de ética para influenciadores voltados a saúde. Isso inclui os que recomendam dietas, ensinam exercícios físicos ou apresentam orientações para problemas de saúde.

Uma das principais regras estabelecidas está a limitação de temas para pessoas sem formação. Portanto, influenciadores que não estudaram nas áreas de ciências biológicas, como medicina, enfermagem ou fisioterapia não podem falar de qualquer assunto. As regras para área de saúde estão sendo válidas para todas as redes sociais locais — como Douyin (versão local do TikTok) e WeChat — em Pequim.

A regra é similar a uma já existente em casos jurídicos, como problemas burocráticos, separação de casais e guarda dos filhos. Para opinar sobre estes temas, é preciso ter conhecimentos jurídicos comprovados, ainda que não seja obrigatório ter um diploma em direito.

Para tentar controlar ainda mais, o órgão equivalente ao ministério da educação na China certificou a criação de cursos superiores para streamers e vendedor de live commerce. O objetivo da ação é disciplinar os futuros influenciadores. Além disso, pode ajudar a reprimir eventuais rebeldes digitais.

Nos cursos de live streaming, por exemplo, estuda-se iluminação, dicção, roteiro, mas também estatística, programação e administração de empresas. Apesar de um pouco controversas, as medidas criadas pelo governo chinês, ajuda a inibir notícias falsas, dados equivocados e informações que possam prejudicar a sociedade.

Fonte: UOL

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.