Drone bélico Black Hornet pesa apenas 33 gramas e já vendeu mais de 12 mil unidades

A 'vespa preta' é um minúsculo drone especializado em identificação de ameaças

Drone bélico Black Hornet pesa apenas 33 gramas e já vendeu mais de 12 mil unidades
Créditos: Teledyne/Reprodução

A Agência de Material de Defesa da Noruega (NDMA) firmou um acordo de US$48 milhões com a empresa Teledyne Technologies da California, Estados Unidos, para aquisição do drone Black Hornet 3. Pesando apenas 33 gramas, e medindo 168 milimetros, o minúsculo drone bélico é especializado em identificação de ameaças e recebe a identificação de drone nano devido ao seu tamanho. 

Drone revela imagens da devastação em cidades da Ucrânia

A Unidade de Defesa FLIR da Teledyne é responsável pela fabricação do Black Hornet 3, o drone nano que pode literalmente ser colocado no bolso. O novo dispositivo já vendeu mais de 12 mil unidades para diversos clientes ao redor do mundo, mas com o acordo a Noruega passará a ser o país com o maior número de Black Hornets no mundo. Pensando para situações de vigilância e identificação de ameaças em território inimigo, o drone é silencioso e consegue navegar até mesmo em locais com GPS barrado.

O Black Hornet possui autonomia de voo de 25 minutos e consegue capturar imagens através de sensores infravermelhos. O drone bélico transmite ao vivo as imagens capturada aos operadores, sendo indicado para missões de reconhecimento e também de vigília em locais perigosos. 

Medo crescente de conflito com a Rússia

O acordo é uma resposta ao medo crescente de que o prolongamento da guerra na Ucrânia possa significar um interesse da Rússia em também invadir outros países do leste europeu. "Com esse novo acordo, nações cooperando com a Noruega também poderão adquirir o Black Hornet. Como uma líder mundial em sistemas UAV nano, o Black Hornet entrega consciência situacional para unidades militares em operação - uma vantagem cruacial em tempos que países europeus e aliados enfrentam novas ameaças no continente e além", comentou Robert Mehrabian, CEO da Teledyne Technologies.

Enquanto a invasão russa continua gerando destruição na Ucrânia, diversos países do leste europeu estão preocupado com as ações das tropas de Vladmir Putin. Recentemente, a OTAN realizou um treinamento com 30 mil soldados em solo norueguês, para socorrer aliados. Enquanto o conflito se estende, a tensão ao redor da Europa continua aumentando e países como a Noruega devem utilizar todas as ferramentas disponíveis para se preparar para possíveis conflitos. 

Fonte: DroneDJ

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.