Astronautas têm perda significante de densidade óssea no espaço

Resultado de pesquisa mostra obstáculo para exploração espacial

Astronautas têm perda significante de densidade óssea no espaço
Créditos: Divulgação/NASA

Há anos é conhecido o impacto da gravidade zero no nosso corpo. Muito tempo em órbita afeta a visão, enfraquece a musculatura, acelera o envelhecimento e deixa os ossos mais fracos pela perda de cálcio. Este último, uma perda da densidade óssea, causa o mesmo efeito que uma osteoporose e um novo estudo mostra que o tempo demais em gravidade zero causa danos irreversíveis aos ossos. 

27/05/2022 às 11:30
Notícia

Boeing e NASA concluem o primeiro voo teste da Starliner à ISS

Espaçonave pousou com sucesso no Novo México

Danos aos ossos é desafio para exploração espacial

Com os planos ambiciosos das principais agências espaciais do mundo (NASA, ESA, CNSA e Roscomos) de explorar Marte e a Lua com tripulações vivendo em colônia após longas viagens, é necessário entender o impacto das condições de gravidade zero ao corpo humano. Afinal, desde que o ser humano existe, desde os seus ancestrais mais antigos, nosso corpo se adaptou a viver em um ambiente com gravidade de aproximadamente 9,8 m/s (arredondada para 10 m/s nas aulas de física dos colégios) e sem radiação cósmica.

Os pesquisadores Leigh Gabel e Steven Boyd, da Universidade de Calgary, Canadá, divulgaram um estudo na Scientific Reports mostrando em mais detalhes o impacto da ausência de gravidade nos ossos de astronautas. No início da exploração espacial, a humanidade não ficava dias, semanas ou meses no espaço, apenas algumas horas. No estudo de Gabel e Boyd, é mostrado que longos períodos em órbitas causam danos irreversíveis à densidade óssea dos astronautas. De acordo com a pesquisa, alguns meses no espaço causam o equivalente a 10 anos de envelhecimento nos ossos.

Descoberta também apresenta solução

Dos 17 astronautas examinados, que passaram entre 6 e 12 meses em órbita, somente um recuperou a densidade óssea. Os outros não conseguiram recuperar a densidade óssea dos relacionados a suportar nosso peso, como os da perna, mas recuperaram a densidade dos braços. O estudo aponta que uma medida para mitigar o enfraquecimento dos ossos é passar mais exercícios para as pernas durante a estadia espacial (nunca pule o dia das pernas!). Mas ainda assim precisará de mais anos de estudos para ter um entendimento completa desse problema. 

Via: Extreme Tech

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.