Superlua e chuva de meteoros: veja os principais eventos do calendário astronômico de julho

Chuva de meteoros Pegasídeos será primeiro evento marcante do mês

Superlua e chuva de meteoros: veja os principais eventos do calendário astronômico de julho
Créditos: Ruben Mishchuk/Unsplash

No início do ano, fizemos um calendário sobre os principais eventos astronômicos do ano (confira ao lado). Agora vamos conferir o que teremos nos céus de julho. Já dando um spoiler, teremos teremos várias chuvas de meteoros, super-lua, Marte e Lua aproximados no céu e um aglomerado de estrelas. Pegue seu telescópio ou binóculo, veja o lugar mais escuro próximo de você e aproveite as belezas astrônomicas. 

07/01/2022 às 14:14
Notícia

Eventos astronômicos de 2022: marque na agenda os principais ...

Rio Grande do Sul e parte do sul da América Latina verão eclipse parcial do sol

Meteoros Pegasídeos

No dia 10 de julho, a chuva de meteros Pegasídeos estará no seu pico. Como indicado pelo seu nome, essa chuva fica localizada na constelação de Pegasus. Três dias depois, em uma quarta-feira, teremos uma superlua, a segunda do ano. É previsto que esse fenômeno, que acontece quando a Lua está muito próxima da Terra, seja visível a partir das 18 horas do dia 13 de julho. 

Agora vamos falar de algumas conjunções, quando a Lua e planetas se aproximam. No dia 15 de julho teremos a conjunção entre nosso satélite e Saturno, seguido pela conjunção da Lua com Júpiter no dia 18. A conjunção com Júpiter será a mais fácil de visualizar já que a Lua estará com 60% do seu brilho — e Júpiter é sempre brilhante graças ao seu tamanho. Nesse meio tempo, no dia 17, o aglomerado globular Messier 55 será visível. O aglomerado fica na região inferior esquerda da constelação de Sagitário.

Voltando para as conjunções, a Lua ficará próxima de Marte no dia 21 de julho e de Vênus no dia 26. A conjunção de Marte será uma ocultação do planeta pela Lua na região da Sibéria. Dois dias depois, 28 de julho, nosso satélite entrará na fase de Lua Nova, mesma data em que a chuva de meteoros Piscis Austrinídeos e Gama Draconídeos aparecerá em seu pico nos céus. Também no dia 28 e pegando a noite do dia 29 teremos a chuva de meteoros Delta Aquáridas do Sul. Todas essas chuvas são mais visíveis no hemisfério sul. 

Para fechar o mês, a chuva de meteoros Alfa Capricornídeos estará em seu ápice no dia 30. Contudo, essa chuva tem uma taxa de 5 meteoros por hora. O interessante é que também será possível ver o estinho de Delta Aquáridas do Sul, sendo uma ótima noite para os fãs de astronomia.

Fonte: Space Tourism Guide

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.