Como funciona um carregador de celular

Acessório faz muito mais que apenas carregar

Como funciona um carregador de celular
Créditos: Divulgação/Anker

Sejam de tomada, veicular ou por indução, os carregadores de smartphones e tablets fazem parte da rotina dos brasileiros como um item indispensável. Cada modelo funciona de forma diferente, mas a segurança deles se dá pela qualidade dos componentes internos e da construção do carregador, que podem evitar curtos-circuitos e superaquecimentos. 

29/06/2022 às 13:20
Notícia

USB-C para todos: Anatel abre consulta pública por padrão nos...

Este assunto também está sendo discutido por parlamentares norte-americanos e europeus

Carregadores precisa primeiro converter a corrente

A primeira informação importante para compreender o funcionamento dos carregadores é que os dispositivos não são simples extensões, já que precisam converter os 127 W ou 220 W das tomadas brasileiras em correntes de 5 W ou 9 W, as potências suportadas pelas baterias. ‘’O carregador precisa completar quatro passos importantes com os componentes internos e o primeiro deles é o Módulo Step Down, responsável por transformar essa corrente”, ressalta Gustavo Massette, gerente de Produtos da Positivo Tecnologia, empresa que representa a Anker, fabricante de acessórios, no Brasil.


Créditos: Divulgação/Anker.

Em seguida, entra em ação o Sistema de Retificação, que elimina a parte negativa da frequência, criando uma corrente contínua parcial e prepara o equipamento para o terceiro passo: o Filtro, quando, de fato, a energia vinda da tomada é transformada em uma corrente contínua. O quarto e último passo é o da Regulação, momento que garante o carregamento seguro dos aparelhos a partir da saída constante da energia para o celular ou tablet a ser energizado

Dentro dos carregadores existem circuitos compostos por semicondutores, que precisam de espaço para funcionar de forma correta e segura, sem gerar superaquecimento. “Normalmente, o semicondutor usado é o silício, e, para oferecer um carregador compacto ao usuário, considerando a perda de energia em forma de calor desse material”, explica Gustavo.

Além da constituição interna, outra parte fundamental dos carregadores (exceto os por indução) é o cabo, responsável por passar a energia para o celular, exatamente como uma ponte que une dois lados. Gustavo ressalta que o consumidor deve checar sempre a qualidade do material utilizado no fio, inclusive a partir de informações como a quantidade de vezes pode ser dobrado e o tempo de garantia. “Entre os cabos mais duráveis podemos citar os que são feitos com fibra de aramida e envoltos em materiais resistentes, como nylon, PVC ou em TPE”, diz Gustavo.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.