Humanos terão um segundo "eu" feito por inteligência artificial, diz ex-presidente do Google

Eric Schmidt também comenta sobre o recente caso envolvendo a inteligência artificial LaMDA

Humanos terão um segundo "eu" feito por inteligência artificial, diz ex-presidente do Google
Créditos: Ilustração / curiosmos.com

Por meio de uma palestra realizada na Collision Conference, em Toronto (Canadá), Eric Schmidt, ex-presidente do Google e fundador do empreendimento filantrópico Schmidt Futures, afirmou que, dentro dos próximos cinco anos, existirá um “segundo eu” para os humanos, viabilizado graças aos avanços da inteligência artificial (I.A). Essa ferramenta poderá representá-lo em determinadas ocasiões. O empresário complementou:

“Você terá um sistema que vai assistir você, que você poderá treinar, que poderá falar como você, e que poderá representar você com algumas limitações em certas situações. Também teremos um poderoso assistente de inteligência artificial que nos dará conselhos. ‘

Essa é uma boa pessoa, essa é uma má pessoa, você pode ir para este lugar e você não deve contar esta história pois ela é ruim'.

Sobre um caso recente que repercutiu e ainda está repercutindo pela internet, no qual Blake Lemoine, engenheiro de software sênior do Google, afirmou que a inteligência artificial LaMDA (Language Model for Dialogue Applications / Modelo de Linguagem para Aplicações de Diálogo) teria consciência própria, Schmidt opina:

“O que acontece é que a LaMDA é assustadora no sentido de que você realmente pensa que está falando com alguém que tem conhecimento. Ela é útil, mas não consciente. Nenhum dos pesquisadores de IA acredita que seja.

A inteligência artificial é um sistema que sempre está aprendendo. Mas não podemos deixar que as inovações mudem as nossas vidas. O melhor amigo de uma criança não pode ser um robô. Ela não pode chegar em um robô e dizer: ‘vou te contar um segredo'.

Continua após a publicidade

De toda forma, a conclusão do raciocínio do profissional é que os seres humanos não podem deixar as máquinas decidirem se podem atacar, porque isso seria perigoso. Apesar da realidade não ser um filme de ficção científica, muitas vezes os avanços tecnológicos podem representar riscos inimagináveis. Por isso, ao mesmo tempo que é importante apostar em evoluções, as adequadas medidas de segurança não devem ser renunciadas.

Qual é a sua opinião sobre este tema? Compartilhe o seu ponto de vista nesta matéria e acompanhe as nossas redes sociais!

Fonte: olhardigital.com.br, curiosmos.com

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.