China afirma que valor do Bitcoin chegará a zero

Governo busca desestimular cidadãos a realizarem investimentos na moeda

China afirma que valor do Bitcoin chegará a zero
Créditos: Cointelegraph/Reprodução

O governo da China está aproveitando o momento de queda do Bitcoin (BTC) para afirmar aos investidores que os preços da criptomoeda "chegarão a zero". Nessa última quarta-feira (22), o jornal South China Morning Post informou que órgãos governamentais estão tentando dissuadir a população de investir na moeda digital.

16/06/2022 às 15:20
Notícia

Criptomoedas em colapso: Bitcoin atinge o menor valor dos últ...

Foi registrada uma nova queda de 7,8% e a menor cotação desde dezembro de 2020

De acordo com as informações veiculadas no South China Morning Post, a culpa da recente queda do Bitcoin é do ocidente ao criar uma moeda "repleta de manipulação e conceitos pseudo-tecnológicos". Um importante jornal da China, o The Economic Daily, aponta que: "O Bitcoin não é nada mais do que um conjunto de códigos digitais, e seu retorno está ligado a comprar a baixo [preço] e vender a [preços] altos".  Para os órgãos governamentais, assim que a confiança dos investidores entrar em colapso, o Bitcoin irá se tornar completamente inútil e seu valor chegará a zero. 

China e Criptomoedas

A China um dia já foi responsável por 75% das transações com criptmoedas ao redor do mundo. Porém, nos últimos anos o governo chinês está realizando uma grande cruzada de combate contra o mundo cripto e já proibiu toda e qualquer transação envolvendo cripto em seu território em 2021, e também baniu a mineração de cripto o que causou enorme alvoroço entre a população que se viu obrigada a vender rapidamente seus rigs de mineração.  

No entanto, o país não é completamente avesso às moedas digitais. Pelo contrário, a China possui planos de lançar sua própria criptomoeda chamada de Yuan (e-CNY) em todo o território nacional. No entanto, os planos do governo para a utilização do Yuan ainda não foram revelados. A estratégia do país parece estar voltada a além de banir, também desestimular cidadãos chineses a investirem em criptomoedas, antes do lançamento da cripto própria da China.

Dessa forma, o governo aumenta o alcance do ativo digital, além de garantir a centralização das transações dentro dos braços do governo, algo que pode, no mínimo, ser considerado irônico. Afinal, um dos princípios do universo cripto é a descentralização.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Cointelegraph, South China Morning Post
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC e Escritor. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Autor do livro Histórias de Amor Talvez Estranhas.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.