Amazon testa recurso que Alexa imita voz de parentes que já morreram

Funcionalidade foi apresentada durante a re:MARS 2022; confira o vídeo

Amazon testa recurso que Alexa imita voz de parentes que já morreram
Créditos: Imagem/ Divulgação Amazon

Nesta quarta-feira (22), a Amazon realizou o segundo dia do re:MARS 2022 - evento da empresa dedicado ao aprendizado de máquina, automação, robótica e espaço (Machine learning, Automation, Robotics, Space). Um dos recursos apresentados pela companhia foi a capacidade da Alexa, assistente virtual da Amazon, de simular a voz de pessoas, incluindo as que já faleceram. 

20/06/2022 às 10:30
Notícia

Amazon pode esgotar a oferta de mão de obra disponível nos EU...

Esta é uma oportunidade atípica para entendermos alguns obstáculos que a multinacional enfrenta inter...

O exemplo utilizado pela empresa na apresentação foi o de uma criança solicitando à Alexa que lesse um trecho do livro "O mágico de Oz" na voz de sua avó. Rohit Prasad, cientista chefe de Inteligência Artificial da Alexa, explicou que o recurso foi construído sendo capaz de reproduzir uma voz de alta qualidade com menos de um minuto de gravação. O segredo, segundo Prasad, foi enquadrar a situação "como uma tarefa de conversão de voz e não uma tarefa de geração de fala".

Ao introduzir o assunto, o cientista chefe citou a relação de companheirismo com a Alexa construída com os usuários, em especial durante o período pandêmico, quando muitas pessoas perderam entes queridos. Prasad ainda disse que, apesar da IA não eliminar a dor da perda, ela pode fazer as memórias durarem. 

Estará disponível?

Não fica claro, no entanto, se a companhia pretende disponibilizar este recurso ao público geral através de sua assistente virtual ou quando fará isso. 

23/06/2022 às 09:55
Notícia

Elon Musk demitirá 10% dos funcionários da Tesla nos próximos...

É esperada uma recessão nos Estados Unidos ainda neste ano

A funcionalidade levanta diversas questões entre os usuários e pode dividir opiniões, já que, além de ser difícil de prever como cada um reagirá ao ouvir a voz de alguém que já se foi, por exemplo, existem questões éticas a respeito da reprodução da voz de alguém sem o consentimento. 

Já existem diversos produtores de Deep Fakes de imagem que conseguem substituir rostos de pessoas com bastante fidelidade. A execução disto combinado com uma voz similar a real pode facilitar a vida de alguém que pretende se passar por outra pessoa virtualmente, por exemplo.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: The Verge Fonte: Amazon
User img

Andre Bassani

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.