Microsoft vai aposentar reconhecimento facial capaz de identificar emoções

A tecnologia ainda estará presente em software de auxílio para deficientes visuais

Microsoft vai aposentar reconhecimento facial capaz de identificar emoções
Créditos: Divulgação | Microsoft

Nesta terça-feira, 21 de junho, a Microsoft confirmou que suspenderá a comercialização da tecnologia, conhecida como “Azure Face”, criada para deduzir o estado emocional de um indivíduo usando como base imagens do rosto. O acesso facilitado desse recurso também não será mais disponibilizado. A medida entrou em ação após parlamentares norte-americanos e europeus decidirem alguns limites legais sobre ferramentas que contenham “tecnologias sensíveis”.

A megacorporação está analisando, desde 2021, questões importantes sobre este assunto. Debates sobre privacidade e a falta de embasamento científico para os resultados oferecidos pelo sistema automatizado de reconhecimento são assuntos delicados, analisados com cautela. Os clientes, de agora em diante, precisarão da aprovação da Microsoft para usarem partes da tecnologia.

Sarah Bird, diretora de inteligência artificial da Azure, afirmou que o instrumento ainda será “valioso quando usado em um conjunto de cenários controlados, visando a acessibilidade”. O acesso irrestrito ao público será removido; contudo, ainda estará presente em um aplicativo chamado Seeing AI, no qual o objetivo é utilizar Inteligência Artificial (I.A) com a câmera do dispositivo, para identificar objetos e pessoas, para que as cenas possam ser descritas audivelmente, auxiliando deficientes visuais. 

Os usuários atuais desses produtos terão 1 (um) ano até perderem acesso à I.A descrita acima, capaz de deduzir gênero, emoções, idade, cabelo, maquiagem e outros aspectos. Esta não é a primeira vez que um projeto similar é limitado. No ano passado, a Google Cloud bloqueou 13 situações que a sua tecnologia criada para leitura de emoções poderia ser usada. Até então, os profissionais estão estudando novas maneiras de descrever movimentos faciais, como sorrisos, sem vincular diretamente às possíveis emoções de uma pessoa.

07/06/2022 às 18:30
Notícia

Inteligência artificial consegue animar fotos antigas e criar...

Recurso Deep Nostalgia foi lançado no ano passado pela plataforma MyHeritage

Qual é a sua opinião sobre este assunto? Acredita que os envolvidos devem ser cautelosos com softwares com as premissas explicadas? Compartilhe o seu ponto de vista nesta matéria e acompanhe as nossas redes sociais!

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: theverge.com, forbes.com.br, engadget.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.