Imagens de buracos negros capturadas pelo Event Horizon Telescope podem estar erradas

Pesquisadores japoneses questionam os anéis luminosos que aparecem nas "fotos" do M87* e Sagitário A*

Imagens de buracos negros capturadas pelo Event Horizon Telescope podem estar erradas
Créditos: Reprodução/National Science Foundation

Pesquisadores japoneses acreditam que a primeira "foto" de um buraco negro pode estar errada. A equipe produziu uma imagem do M87*, buraco negro no centro da galáxia M87, após três anos de análise e ela seria notavelmente diferente do que foi divulgado pela colaboração do Event Horizon Telescope (EHT) em 2019.

14/05/2022 às 12:30
Notícia

O som de um buraco negro; ouça áudio inédito divulgado pela NASA

Segundo agência espacial, concentração de gases permite a captura de ondas sonoras no espaço

O maior destaque da imagem final do EHT é um anel brilhante, que seria resultado da extrema gravidade do buraco negro distorcendo a luz do plasma quente que gira em torno dele. Porém, a equipe japonesa questiona se esse anel existe de fato.

Para criar a imagem do EHT, foram usados oito radiotelescópios ao redor do mundo. Como explica o Space Today, a matriz opera essencialmente como um telescópio gigante, chamado interferômetro. As informações dos radiotelescópios são combinadas para chegar ao resultado final, usando um algoritmo que adiciona outras informações sobre o buraco negro e a configuração do telescópio para "preencher os espaços em branco" e obter uma imagem. Porém, esse preenchimento envolveria suposições prévias, que podem ser diferentes em outras análises.

Esse é exatamente o caso: a equipe do  Observatório Astronômico Nacional do Japão reprocessaram os dados do EHT assumindo um campo de visão muito maior do que os participantes da colaboração do Event Horizon Telescope. Essa mudança fez o anel brilhante desaparecer, e o que conseguiram foram dois pontos brilhantes distintos.

Makoto Miyoshi, um dos pesquisadores envolvidos, diz que o campo de visão restrito pode ter causado artefatos na imagem final do EHT. Ele ainda adiciona que o mesmo erro poderia ter ocorrido na foto do Sagitário A*, buraco negro registrado no centro da Via Láctea. 

Geoffrey Bower, cientista do projeto EHT, responde que usar um campo de visão maior resulta em uma imagem incorreta e  e que o campo de visão usado pela equipe do EHT reflete a área que o telescópio realmente observou. Ainda de acordo com suas palavras, "Você pode conseguir quase tudo o que quiser se se der esse tipo de liberdade".

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Space Today
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.