Existem mais influenciadores digitais do que dentistas no Brasil, revela pesquisa

Apesar da profissão não ser regulamentada, existem mais de 500 mil no Brasil

Existem mais influenciadores digitais do que dentistas no Brasil, revela pesquisa
Créditos: Maddi Bazzocco/Unsplash

A profissão de influenciadores cresce de maneira vertiginosa no Brasil. Segundo pesquisa da Nielsen, hoje o país tem mais de 500 mil na área, com mais de 10 seguidores. Apesar não representar uma profissão regulamentada, o número de influenciadores já supera o número de dentistas formados no país: 374 mil, segundo o CFO (Conselho Federal de Odontologia). Também são mais que o dobro do número de arquitetos (212 mil), ultrapassam o total de engenheiros civis (455 mil) e empatam com o número de médicos (502 mil).

02/06/2022 às 15:30
Notícia

Bianca Andrade viraliza na internet ao mostrar roteiro para c...

Após receber críticas, influenciadora explicou o motivo da organização de posts

A pesquisa ainda analisou o poder que os influenciadores têm sobre os brasileiros. Segundo os dados, 39% acompanham influenciadores ou pessoas famosas nas redes sociais. 34% informaram que não veem e 27% às vezes. Mulheres tem o maior percentual de acompanhamento, com 45%, já os homens apenas 24%.

Outra informação importante da pesquisa é que 42% das mulheres que responderam à pesquisa afirmaram que já comparam ou usaram algum serviço indicado por um influenciador. Com os homens, esse valor cai para 24%.

Atualmente, grande parte dos influenciadores fazem parte de uma agência que cuidam de sua carreira. As ações contratadas variam o valor — de acordo o número de seguidores, o nível de engajamento do público e até a região onde mora o influenciador — chegando na casa dos R$ 600 mil.

Verbas passam da casa do bilhão

Segundo uma pesquisa do CENP (Conselho Executivo das Normas-Padrão), que reúne anunciantes, agências de propaganda e veículos de comunicação, as redes sociais receberam R$ 1,43 bilhão em investimento publicitário em 2021. Este valor representa mais que o investimento em rádio, jornal, revista e cinema somados no último ano. Nesse total, estão os posts das próprias empresas nas redes sociais e a contratação de influenciadores por meio de agências de propaganda.

Apesar dos grandes valores, é importante ressaltar que não é uma profissão regulamentada no Brasil. Entretanto, leis brasileiras os obrigam a alertar as publicações que são patrocinadas.

 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: UOL, Folha de S. Paulo
User img

Cristino Melo

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.