EUA estão na linha de frente da Ucrânia em ciberguerra contra a Rússia

Será que Terceira Guerra Mundial já "está on"?

EUA estão na linha de frente da Ucrânia em ciberguerra contra a Rússia
Créditos: Reprodução

O general Paul Nakasone, diretor da NSA (sigla em inglês para a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos), afirmou nesta quarta-feira, dia 1º de junho, que os EUA está conduzindo ciberoperações "ofensivas" para ajudar a Ucrânia. Apesar de já ser de conhecimento público que o Governo Americano repassa informações de inteligência para os militares ucranianos (sem falar em doações de equipamentos), esta é a primeira vez que um oficial de alta patente confirma uma atividade militar direta contra a Rússia. 

19/05/2022 às 15:30
Notícia

Microsoft: 'primeiro bombardeio na Ucrânia foi ciberataq...

Brad Smith, presidente da Microsoft, comentou sobre ciberataques na guerra durante palestra

Rússia ameaçou países que intervissem "diretamente" na guerra

Logo no início da invasão (e consequente guerra) na Ucrânia, Vladimir Putin, presidente da Rússia, ameaçou haveria retaliações caso alguma nação interviesse diretamente na sua guerra. Por diretamente, Putin se referiu a envio de tropas para o campo de batalha e possíveis operações contra a Força Aérea Russa — como uma zona de exclusão aérea — ou sua Marinha. O apoio que a Ucrânia recebeu de países da União Europeia e Estados Unidos foi somente de equipamentos, treinamento de tropas e o já citado compartilhamento de informações de inteligência.

Entretanto, a declaração do general Nakasone demonstra que em pelo menos uma front da Guerra de Putin contra a Ucrânia as Forças Armadas Americanas "botou a mão na massa". Para a Sky News, o general, que dirige o Comando de Cibersegurança dos Estados Unidos afirmou o seguinte: "nós conduzimos uma série de operações de todos os espectros: ofensivas, defensivas e de operações de informação", mas sem especificar os alvos. Diversos sociólogos, antropólogos e historiadores falam que a Guerra na Ucrânia já é a terceira guerra mundial. As divergências podem continuar no âmbito "físico", mas no virtual essa dúvida parece estar resolvida. A fala de Nakasone é também um dos raros casos de oficiais do governo comentando sobre as capacidades de ciberoperações dos EUA.

General afirma que acusações contra a Rússia são reais

Nakasone também respondeu as críticas de que as acusações dos ciberataques da Rússia contra a Ucrânia são exageradas. "Se você perguntar aos ucranianos, eles não dirão que são exagerados. Se você olhar os ataques destrutivos e disruptivos que eles sofreram — como os ataques aos satélites da Viasat — é algo que está acontecendo. [...] (os ataques) estão cada vez mais destrutivos", explicou o general.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.