Navio autônomo militar chinês será também "pista de pouso" para drones

Inicialmente, o intuito da embarcação é concluir missões de pesquisa em alto-mar

Navio autônomo militar chinês será também "pista de pouso" para drones
Créditos: scmp.com

Em julho de 2021 o estaleiro Huangpu Wenchong começou o projeto de construção do primeiro porta-aviões autônomo do mundo, o Zhu Hai Yun. Há algumas semanas, a China confirmou o lançamento oficial da embarcação, que possui cerca de 90 metros de comprimento, e pode coordenar, levar e recuperar aproximadamente 50 veículos aéreos não tripulados em apenas uma viagem — e o melhor: sem depender de operadores humanos especializados.

Segundo o professor Dake Chen:

“Não esperamos que esse navio navegue em portos movimentados por conta própria. Em vez disso, o Zhu Hai Yun funcionará no modo controle remoto até que esteja em mar aberto e, em seguida, seus sistemas autônomos assumirão o comando”.

O equipamento conta com um sistema de inteligência artificial conhecido como Intelligent Mobile Ocean Stereo Observing System (IMOSOS). Este é o responsável por possibilitar navegação remota ou mesmo totalmente autônoma, com o auxílio de sensores modernos, de última geração. A embarcação é capaz de executar missões em mar aberto coordenadas. Com relação aos drones, podem pousar no convés sem que seja necessário equipamentos externos ou operações humanas remotas.

O professor Chen conclui:

“O navio inteligente representa uma nova 'espécie marinha' que trará mudanças significativas e revolucionárias para a observação de todo o oceano. Com essa embarcação, poderemos ir até onde nenhum outro pesquisador foi antes, de maneira rápida e segura”.

Apesar do intuito ser para pesquisas, observação e monitoramento, caso necessário, o porta-aviões é capaz de exercer funções militares, com a capacidade de interceptar e abater alvos designados em alto-mar.

Continua após a publicidade

14/10/2021 às 12:34
Notícia

IBM quer atravessar o Oceano Atlântico com navio autônomo

Será a segunda tentativa da IBM para tentar atravessar o Atlântico com o navio Mayflower

O navio pode ser usado em missões de transporte e coordenação de submarinos, aviões autônomos e drones em áreas inimigas, conforme explica o professor uma última vez: “o objetivo principal do Zhu Hai Yun é proporcionar uma visão científica mais realista e precisa em ambientes marinhos, mas sua função militar não pode ser descartada, principalmente por conta de seu sistema de comunicação adaptativo, que pode ser configurado para qualquer tipo de situação”.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: canaltech.com.br Fonte: theregister.com, scmp.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.