Executivos da Microsoft são acusados de abuso verbal e assédio sexual

A Microsoft não se pronunciou sobre o caso até o momento

Executivos da Microsoft são acusados de abuso verbal e assédio sexual

19/11/2021 às 15:22
Notícia

Tesla: ex-funcionária processa a empresa por assédio sexual

Empresa propiciava um ambiente hostil em que atitudes sexistas eram toleradas

Alex Kipman (brasileiro e criador do Kinect), Terry Myerson e Tom Keane, todos funcionários ou ex-funcionários da Microsoft, estão sendo acusados por terem criado um ambiente tóxico de trabalho dentro da empresa. Uma reportagem do Insider revelou acusações sexuais e abusos verbais de executivos da Microsoft, como relata o Windows Central

Terry Myerson e Tom Keane são dois dos executivos mencionados nas acusações. Myerson era supervisor do Windows e Keane foi vice-presidente corporativo do setor de computação de nuvem Azure.

Tom Keane recebeu o apelido de "Rei Tom" pelos funcionários, por tratar os funcionários como se vivesse em uma ditadura, com atitudes que faziam com que os funcionários chorassem em público. No início deste ano, Keane foi realocado dentro da Microsoft e segue supervisionando um grande número de funcionários.

Myerson foi citado por ter tido um "surto" durante um evento da Microsoft, repreendendo verbalmente todos presentes no local. A situação motivou o desligamento dele da empresa em 2018.

Project Artemis: Microsoft lança ferramenta gratuita para combater o abuso infantil online

13/08/2021 às 12:09
Notícia

Instagram limita DMs e comentários de pessoas que não seguem ...

Medida busca diminuir o assédio e bullying virtual realizado por estranhos

As acusações indicam que Alex Kipman colocou imagens inapropriadas em um headset VR e transmitiu para uma sala com diversos outros funcionários, confira o que foi dito sobre na reportagem: "No vídeo que encheu a tela, várias mulheres jovens em roupas minúsculas brincavam em uma cama; uma luta de travesseiros abertamente sexualizada se seguiu".

Continua após a publicidade

A matéria também diz que em determinada ocasião, Kipman esfregava os ombros de uma funcionária continuamente e não parou mesmo após a funcionária "encolheu os ombros" em uma tentativa de demonstrar desconforto com a situação. As acusações mensuram as atitudes dele como "uma cultura que diminui as contribuições das mulheres".

Várias mulheres relataram o quanto a atitude de Alex Kipman as deixaram extremamente desconfortáveis, um funcionário descreveu a cena lamentável como "pornografia VR". Alex Kipman atualmente é responsável por supervisionar os trabalhos em desenvolvimento para o metaverso da Microsoft.

Microsoft: 'primeiro bombardeio na Ucrânia foi ciberataque'

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Adrenaline
User img

Juliano Aires

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.