Google teria adiado lançamento do "Pixel Fold"

Motivo de adiamento seria "falha em atender expectativas"

Google teria adiado lançamento do "Pixel Fold"
Créditos: Reprodução/9 to 5 Google

Google pode ter adiado os planos de lançar o seu smartphone Pixel dobrável. Previsto para ser apresentado no fim de 2022, a empresa cancelou o projeto para este ano pelo fato do Pixel Notepad (nome especulado para o celular) não ter atendido as expectativas. Caso este seja o real motivo, ponto para a Apple que está indo com calma nos planos de rivalizar com a Samsung

25/05/2022 às 16:30
Notícia

Inteligência Artificial do Google transforma texto em imagem ...

Novo recurso impressiona pela qualidade e precisão

Cancelamento do Pixel Notepad também significa perdas para a Samsung

Com este adiamento, é esperado agora que o Google só apresente o dobrável Pixel Notepad em 2023. Até lá a empresa terá, no mínimo, 6 meses para corrigir o desempenho do chip Tensor no primeiro foldable da empresa — imaginando a data fictícia de apresentar celular em janeiro do próximo ano. Rumores mais antigos indicavam que o Pixel dobrável seria divulgado em 2021.

Mas é melhor que o Google tome cuidado na produção do dispositivo. A Samsung já é forte no segmento e desenvolver um smartphone caro para fracassar não é o que a empresa quer. A Apple, por exemplo, aguardará o crescimento do mercado e receptividade para o formato antes de decidir lançar o iPhone dobrável (no qual eles já tem um protótipo).


Créditos: Reprodução/9 to 5 Google.

Ainda assim, a notícia é um pouco ruim para a Samsung. A sul-coreana seria a fornecedora das telas de 5,78 polegadas (externa) e 7,57 (interna) do Pixel Notepad. Ross Young, analista de mercado de telas, comentou que o dobrável do Google chegará na próxima primavera norte-americana, equivalente ao início do nosso outono, por volta de março ou abril de 2023.

Pixel Notepad deve usar chip Tensor

Internamente a empresa irá equipar seu smartphone dobrável com o novo SoC Tensor, que foi feito com a ajuda de empresas como a Samsung para os aparelhos Pixel. Além disso, rumores também apontam que a gigante sul-coreana deverá ser a fornecedora dos displays flexíveis para os modelos.

Uma mudança que deverá acontecer em relação ao Pixel 6 é o sensor fotográfico, que não será o mesmo sensor Samsung GN1 de 50 megapixels por causa da espessura dele. O Google deverá equipar o aparelho com o sensor Sony IMX363, que é o principal sensor dos aparelhos da empresa nas séries Pixel 3, 4 e 5. Ele também virá com um IMX386 como câmera ultrawide de 12MP e terá um par de câmeras de selfies com IMX355 de 8MP.

Sobre o preço, a fabricante está planejando lançar o modelo por US$ 1.399, $ 7,6 mil, o que seria US$ 500 mais caro que o Pixel 6, mas US$400 mais barato que o Galaxy Z Fold 3.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Sam Mobile
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.