Bitcoin: criptomoeda operou abaixo de US$ 30 mil mais uma vez

Apesar das instabilidades recentes, alguns analistas permanecem otimistas

Bitcoin: criptomoeda operou abaixo de US$ 30 mil mais uma vez
Créditos: pixabay.com / Publicado por "sergeitokmakov"

As instabilidades no mercado de criptomoedas continuam afetando o Bitcoin (BTC). Neste fim de semana, a moeda caiu abaixo de US$ 30 mil mais uma vez, e isso após enfrentar uma queda de 20% nos últimos 14 dias. Em dezembro de 2021, ultrapassou a cotação de US$ 66 mil, mas em 2022 acumula queda de 38%. De acordo com Daniel Coquieri, CEO da Liqi, esses resultados eram esperados depois dos picos nos últimos dois anos, período com a taxa de juros em mínima histórica, e complementa:

“No ano passado, todos os bancos centrais injetaram muito dinheiro na economia, muita liquidez. Isso obviamente favoreceu muito o mercado de ativos de renda variável, como Bitcoin e a bolsa. E a agora, dada a inflação no mundo inteiro, eles estão enxugando essa liquidez com a alta de juros, faz o dinheiro mover do que é variável para a renda fixa”.

Já para Vinicius BItzer, altas do BTC são o resultado de uma série de acontecimentos que levaram a um sentimento de medo no mercado, principalmente depois dos eventos marcantes recentes, mundialmente falando:

Teve a guerra na Ucrânia que, como era um período de incerteza, o Bitcoin teve um período de liquidação em massa. No começo do ano, começou rumores de que iria haver uma alta na taxa de juros dos Estados Unidos.

 

Em períodos de crises internacionais, criptomoedas são utilizadas como uma forma dos cidadãos mitigarem os impactos de sanções internacionais e protegerem os seus investimentos — e o Bitcoin se manteve politicamente neutro, independentemente de pressões e/ou solicitações de grandes nações. Nos últimos dias, muito foi comentado sobre o colapso da TerraUSD (UST) / LUNA, e o caos trouxe impactos para todo o segmento.

Por mais que o BTC e a UST não tenham ligações diretas, a confiança de investidores demorará para ser recuperada, e BItzer conclui:

“A LUNA estava no top 10 de principais criptoativos e, em um dia, caiu mais de 99%, foi para o top 200. Ela valia 100 dólares e agora vale menos de 1 centavo. Para o mercado recuperar essa confiança vai demorar um pouquinho, por conta dessa insegurança que o investidor ficou, principalmente se tiver perdido mais com a Terra.

Continua após a publicidade

(Créditos: pixabay.com / sergeitokmakov)

Contudo, para o criador do modelo de previsão de preços Stock-to-Flow (S2F), a tendência de baixa do BTC estaria chegando ao fim. O seu criador, o analista “PlanB”, conhecido por fazer previsões ousadas, se mostrou otimista com o futuro da moeda digital. Mesmo que os seus métodos sejam contestados por especialistas, PlanB construiu sua reputação ao antecipar, em 2019, uma capitalização de mercado de US$ 1 trilhão para o Bitcoin. 

17/05/2022 às 12:00
Notícia

Criptomoeda Terra (Luna) entra em colapso e deixa de ser nego...

Apesar de uma recuperação parcial no sábado, os estragos ainda são catastróficos

E você? Qual é a sua opinião sobre este tema? Compartilhe o seu ponto de vista no campo de comentários e nas nossas redes sociais!

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: (1) livecoins.com.br, (2) livecoins.com.br, diariodonordeste.verdesmares.com.br, exame.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.