SpaceX teria pago US$ 250 mil para encobrir caso de assédio sexual envolvendo Elon Musk

Musk nega acusações onde teria oferecido um cavalo em troca de uma 'massagem corporal completa'

SpaceX teria pago US$ 250 mil para encobrir caso de assédio sexual envolvendo Elon Musk
Créditos: Patrick Pleul/Getty Images/Reprodução

De acordo com informações do Business Insider, a SpaceX teria pago US$ 250 mil à uma comissária de bordo para não comentar incidente onde o CEO Elon Musk a teria assediado sexualmente. As informações teriam sido reveladas por uma amiga da comissária de bordo, que informou ao Insider que Musk ofereceu um cavalo em troca de uma massagem corporal completa, com 'algo a mais'.

Musk utilizou a plataforma do Twitter para afirmar que as acusações não são verdadeiras. Ao ser questionado sobre o assunto, Musk informou aos jornalistas da Insider que: "Há muito mais por trás dessa história" e que as informações teriam "motivação política". Porém, o próprio Musk não negou a existência da acusação de assédio sexual, que teria levado a SpaceX a pagar US$ 250 mil a comissária de bordo, não identificada. Desde que anunciou seu interesse em comprar o Twitter - uma compra bilionária que ainda não foi concretizada - Musk comentou que seria alvo de inúmeros ataques políticos.

20/05/2022 às 10:00
Notícia

Elon Musk chega ao Brasil nesta sexta e se encontra com Jair ...

De acordo com o Ministro das Comunicações, a pauta do encontro será a Amazônia

As informações apontam que a comissária de bordo trabalhava nos voos corporativos da SpaceX e que seria comum oferecer massagens corporais a Elon Musk após os voos - Algo que a própria empresa teria estimulado que a comissária obtivesse uma licença de massagista. Em uma das massagens, Musk teria removido a toalha cobrindo seu corpo, mostrado o pênis e solicitado por uma 'massagem corporal completa' em troca de um cavalo

As informações apontam que a comissária de bordo costuma andar a cavalo, por isso a oferta de Musk. A informante, que revelou o caso, afirma que ao negar a investida de Musk a SpaceX reduziu as escalas da comissária de bordo como retaliação.

Após realizar uma reclamação no RH da SpaceX, em 2018, a empresa levou a reclamação à um mediador que resultou no acordo de US$ 250 mil que explicitamente impedia a comissária de comentar sobre o assunto, ou falar mal de Elon Musk, da SpaceX e da Tesla. A informante não assinou qualquer acordo de não divulgação e por isso resolveu revelar a história, sem perguntar para a comissária de bordo. 

Musk também teria tentado descreditar a história ao chamar a informante de "uma atriz de Los Angeles de extrema esquerda com grandes interesses pessoais". Musk utilizou aqui a expressão Axe to Grind (Machado para afiar em tradução literal). A expressão denota que a pessoa em questão tem algum assunto de interesse pessoal para resolver. Apesar do comentário, Musk não ofereceu maiores explicações sobre o caso e também não negou sua existência, apenas afirmando que o caso teria motivação política. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Engadget, The Verge
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC e Escritor. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Autor do livro Histórias de Amor Talvez Estranhas.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.