Banda Angra entra no metaverso e cria NFTs de pôsters e colecionáveis

Famoso grupo de heavy metal brasileiro disponibilizará tokens para os fãs e incentivou "investimento" na economia do gênero

Banda Angra entra no metaverso e cria NFTs de pôsters e colecionáveis
Créditos: Reprodução/Angra

O Angra, banda brasileira de heavy metal que 'lançou' ao mundo nomes como André Matos, Rafael Bittencourt e Kiko Loureiro e uma das mais prestigiadas internacionalmente, entrou no mundo dos NFTs. O grupo anunciou no Angra Talks - programa em seu canal no YouTube - no começo da semana o lançamento de uma plataforma de tokens não fungíveis.

A novidade foi revelada por Rafael e Kiko em um bate-papo onde eles também relembraram histórias pessoais e de banda. Segundo Bittencourt, o investimento na tecnologia por parte dos fãs fomentará "a economia do rock e do heavy metal no mundo".

A plataforma de negociação de NFTs do Angra foi desenvolvida em parceria com a startup DaX, que trabalha com ativos em blockchain. Os tokens disponíveis no lançamento são cartazes da nova turnê de comemoração dos 20 anos do album Rebirth, que marcou a história da banda, junto a itens colecionáveis.

“É muito importante se conectar com os fãs, entender onde eles estão e como se comunicam", comentou Rafael em entrevista à revista Exame. "Os novos meios digitais mostram que a banda tem uma atenção e reconhece essas necessidades, conhece a linguagem."

"A outra coisa é que esse meio é muito inovador e o Angra sempre foi relacionado à inovação, sempre esteve à frente lançando tendências e inovando dentro do heavy metal. Então, o que a gente quer mostrar para o fã é isso: que seguimos inovando e entendendo a maneira que ele se comunica", acrescentou.

Felipe Andreoli, baixista do Angra desde o começo dos anos 2000, explicou que o blockchain e os NFTs representam uma mudança na forma de divulgar a arte e abre um leque de possibilidades.

“Nosso negócio sempre foi e sempre será a arte", comentou o músico. "E a maneira de conectar essa arte com os fãs vem mudando ao longo dos anos. A tecnologia de blockchain representa um universo de possibilidade onde podemos oferecer experiências e itens exclusivos que até então não tínhamos explorado."

Para Claudio Olímpio, CEO da DaX, a parceria com o Angra será benéfica para os fãs do estilo, com promessa de novidades ao longo de 2022.

Continua após a publicidade

“A música é um mercado bem maduro fora do Brasil quando falamos de blockchain e ativos digitais", disse o executivo. "Nada melhor que iniciarmos esse projeto com uma banda nacional com expressão global."

"Esta é a nossa primeira iniciativa com o Angra, que terá um ano recheado de diversas surpresas para os fãs de heavy metal", completou.

Além da banda, outros músicos brasileiros também investiram no universo dos NFTs. Marcelo Bonfá, baterista do Legião Urbana, anunciou no começo de maio uma coleção de tokens criados por ele que garantem vantagens nos shows do grupo, como entradas VIP.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Exame
User img

Fabio Tarnapolsky

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.