Empresa de segurança rastreou espiões da NSA e CIA como demonstração de produto

Responsáveis pela invasão, Anomaly Six fez com intuito de fechar uma parceria com outra empresa

Empresa de segurança rastreou espiões da NSA e CIA como demonstração de produto
Créditos: Chris Yang/Unsplash

O mercado negro no submundo da internet é popularmente conhecido e pouco divulgado. Um comércio que está sendo muito procurado é o de leilão de informações. Além disso, existe uma gama muito grande de pessoas e empresas que vendem dados coletados por meios invasivos, se legais, muitas vezes de aplicativos intrometidos. Agora, investigadores descobriram que uma dessas empresas demonstrou o quão eficiente é, espionando algumas das agências de investigação dos Estados Unidos. 

18/05/2022 às 11:15
Notícia

ConecteSUS e sistemas de Saúde permanecem fora do ar após nov...

Ministério da Saúde informou que os sistemas devem voltar a normalidade nesta quarta-feira (18)

Segundo o The Intercept e a Tech Inquiry a empresa Anomaly Six, sediada no estado da Virgínia, exibiu suas capacidades de vigilância rastreando telefones celulares usados por funcionários da Agência Central de Inteligência (CIA) e da Agência de Segurança Nacional (NSA).

De acordo com as informações, eles usam dados coletados de GPS altamente precisos comprados de aplicativos móveis para triangular quando e onde um usuário de telefone específico está a qualquer momento. Isso, juntamente com outros pontos de dados coletados, permite que a empresa rastreie 3 bilhões de dispositivos em "tempo real". Além disso, revela publicidades assistidas pelos meios de comunicação.

A espionagem foi revelada durante uma demonstração em uma reunião da A6 junto a outra startup de vigilância, a Zignal Labs, conhecida por coletar grande quantidade de dados do Twitter. As empresas conversavam sobre uma possível parceria, quando, para impressionar os funcionários da Zignal, Brendon Clark, representante da A6 supostamente usou a tecnologia da empresa para rastrear um telefone celular do estacionamento da NSA para uma base de treinamento militar no Oriente Médio.

"Quero dizer, pense em coisas divertidas como fontes", disse Clark ao clicar em um membro da NSA, segundo o relatório. "Se eu sou um oficial de inteligência estrangeiro, posso não ter acesso a coisas como a agência ou o forte, mas posso encontrar onde essas pessoas vivem, para onde elas viajam, quando eles deixam o país", completou.

Uma investigação anterior do The Wall Street Journal mostrou que o A6 havia incorporado o software de rastreamento em centenas de aplicativos móveis como um meio de coletar dados de localização em milhões de usuários de telefone.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: The Intercept Fonte: gizmodo
User img

Cristino Melo

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.