Quase 20% da população: mundo deve chegar a 1 bilhão de pessoas obesas até 2030
Créditos: Reprodução/Shutterstock

Quase 20% da população: mundo deve chegar a 1 bilhão de pessoas obesas até 2030

Condição teria seus números triplicados em homens e mulheres e maior crescimento na África

A obesidade já é um problema de saúde pública que traz dificuldades a muitas pessoas na atualidade, mas pode se tornar ainda pior em 2030. De acordo com o Atlas Mundial da Obesidade 2022, uma a cada cinco mulheres e um a cada sete homens serão obesos no ano citado.

O número total de pessoas com a condição chegaria à impressionante casa de um bilhão, o que representaria cerca de 17,5% de toda a população mundial. Segundo o estudo, a África deverá ser um dos lugares mais afetados: é esperada uma triplicação dos índices de obesidade - 8 milhões de homens obesos para 27 milhões e 26 milhões de mulheres para 74 milhões.

Apesar de sofrer com os números, o continente não será o único com um aumento: as Américas - líderes no ranking de pessoas com a doença - crescerá em 1,5 vezes o número atual, mas terá uma estabilização.

As estatísticas também devem seguir altas no Brasil. O país é atualmente um dos 9 onde vivem metade dos homens obesos do mundo e parte do grupo dos 11 com metade das mulheres obesas. Para 2030, a previsão é de que 29,7% da população adulta em território nacional sofra com a condição.

Junto a isso, está o fato de que deve atingir as camadas jovens com mais frequência: a estimativa é de que 22,7% da população entre 5 a 9 anos e 15,7% de 10 a 19 tenham obesidade.

Desigualdade financeira afeta combate ao distúrbio

“Os líderes políticos e de saúde pública precisam reconhecer a gravidade do desafio da obesidade e agir", disse Johanna Ralston, CEO da Federação Mundial de Obersidade. "Os números em nosso relatório são chocantes, mas o que é ainda mais chocante é o quão inadequada nossa resposta tem sido."

"Todos têm um direito básico à prevenção, tratamento e acesso à gestão que funcione para eles. Agora é a hora de uma ação conjunta, decisiva e centrada nas pessoas para mudar a maré da obesidade", acrescentou.

A fala de Johanna é por conta da análise do estudo sobre a capacidade de resposta das nações de acordo com sua condição financeira. Segundo o relatório, os 30 países mais preparados para combater a doença são de alta renda, enquanto os 30 menos prontos são de baixa.

Continua após a publicidade

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Olhar Digital
User img

Fabio Tarnapolsky

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.