1,1 mil tiros por minuto: Alemanha teria solicitado munição de tanque blindado brasileiro para ajudar Ucrânia
Créditos: Reprodução

1,1 mil tiros por minuto: Alemanha teria solicitado munição de tanque blindado brasileiro para ajudar Ucrânia

Os tanques Flakpanzer Gepard foram adquiridos pelo Brasil em 2013

Informações circulando na internet apontam que a Alemanha solicitou ao Brasil o envio de munição dos tanques blindados Flakpanzer Gepard, de defesa antiaérea, para auxiliar a Ucrânia na guerra contra a Rússia. Os tanques foram adquiridos pelo Brasil em 2013. Foram 34 veículos Gepard versão 1A2 comprados diretamente da Alemanha. O Flakpanzer Gepard possui uma torre e dois canhos de 35mm com alcance de 5km e 1,1 mil disparos por minuto.

O pedido de ajuda é a falta de munição que o exército ucraniano vêm enfrentando. Na época, o Brasil comprou os veículos junto à empresa alemã KMW (Krauss-Maffei Wegmann) com a intenção de aumentar a segurança de grandes eventos, incluindo a Jornada Mundial da Juventude, com o novo Papa Francisco, a Copa das Confederações e a Copa do Mundo de 2014. As informações apontavam que Berlim solicitou a Brasília a compra de 300 mil cartuchos de 35mm para serem enviados à Ucrânia.

Exército e Itamaraty negam pedido de munição

Apesar do tanque blindado apresentar grande potencial de fogo, a Alemanha enviou os tanques para a Ucrânia sem munição suficiente. Foram enviados 50 tanques Flakpanzer Gepard, porém a empresa KMW possuia apenas 23 mil cartuchos de munição, o que em tese seria suficiente para apenas 20 minutos de combate contínuo

Além disso, a Suíça que fabrica as munições através da companhia Oerlikon – que também produz os canhões do Gepard - se mantém neutra no conflito e vetou o envio da munição. Por esses motivos, a Alemanha teria recorrido ao Brasil para o envio de ajuda.

Entretanto, o portal Aeroflap entrou em contato com representantes do Exército e o Ministério das Relações Exteriores e obteve como respostas que o Brasil não recebeu o pedido para envio de munições para a Ucrânia. Abaixo, você confere as respostas na íntegra:

Resposta do Exército:

  • Prezado Jornalista,  Atendendo a sua solicitação, formulada por meio de mensagem eletrônica de 27 de abril, o Centro de Comunicação Social do Exército informa que o Exército Brasileiro não recebeu nenhum pedido para fornecimento de munição do sistema antiaéreo Gepard para a Alemanha, a fim de ser encaminhada à Ucrânia. Atenciosamente,  CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO

Resposta do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty):

  • Prezado Senhor, não foi recebido, pelo Itamaraty, pedido do governo alemão para o envio de munição utilizada nos tanques antiaéreos Flakpanzer Gepard.

O envio de tanques sem munição é algo que não irá ajudar a Ucrânia durante o combate. O embaixador ucraniano, na Alemanha, Andriy Melnyk expressou preocupação sobre a oferta à NTV alemã (National Television). "Se a munição não for adquirida pelo Ministério da Defesa alemão nos próximos dias, a Ucrânia provavelmente terá que renunciar a esta oferta da Alemanha", informou o embaixador.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Aeroflap, UOL
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC e Escritor. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Autor do livro Histórias de Amor Talvez Estranhas.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.