Apple critica "hipocrisia" da Meta por taxar compras na realidade virtual em quase 50%
Créditos: Reprodução/Meta/Apple

Apple critica "hipocrisia" da Meta por taxar compras na realidade virtual em quase 50%

Empresa de Zuckerberg já havia questionado comissões da Maçã na App Store e foi respondida

Com o metaverso se consolidando pela empresa de Mark Zuckerberg, novos detalhes sobre seu funcionamento são revelados e, como esperado, alguns deles geram críticas. Recentemente, a Apple falou sobre a taxa de 47,5% que a Meta cobrará para desenvolvedores venderem ativos digitais na Horizon Worlds - plataforma de realidade virtual - como NFTs e outros bens.

A porcentagem é dividida entre "taxa de hardware", que representa 30%, e "taxa da plataforma", que fica com os 17,5% restantes. Segundo a Maçã, as quantias revelam "hipocrisia", já que teve prática parecida também questionada pela rival - a comissão de 30% por compras na App Store.

Veja também: Qualcomm cria fundo com mais de US$ 100 milhões para investir no metaverso

Respondendo aos planos de Zuckerberg, Fred Sainz, porta-voz da Apple relembrou que, embora já tenha reclamado das taxas da Maçã, a Meta quer cobrar ainda mais dos criadores.

"A Meta repetidamente mirou a Apple por cobrar dos desenvolvedores uma comissão de 30% por compras na App Store – e usou pequenas empresas e criadores como bode expiatório”, disse ele ao site MarketWatch. "Agora, ela procura cobrar desses mesmos criadores significativamente mais do que qualquer outra plataforma."

"O anúncio revela a hipocrisia de Meta. Isso mostra que enquanto eles procuram usar a plataforma da Apple gratuitamente, pegam alegremente dos criadores e pequenas empresas que usam a sua própria," acrescentou.

Promessa quebrada - ao menos no metaverso

As críticas a respeito da taxa não vieram apenas da Apple mas também de parte da comunidade e desenvolvedores. Apesar disso, a empresa não planeja baixar as taxas na plataforma por enquanto.

De acordo com Vivek Sharma, que toca a Horizon Worlds, a taxa de 47,5% é "competitiva" e já existe em outros domínios - mas não com o mesmo valor.

Continua após a publicidade

Veja também: Youtuber passou 100 dias no metaverso e conta em vídeo como foi a experiência

Em 2020, Zuckerberg disse que o Facebook tornaria crachás, assinaturas, eventos online pagos, dentre outros produtos, como gratuitos para criadores até 2023. Após isso, a Meta anunciaria comissão menor do que os 30% da Apple. Por enquanto, a promessa não fui cumprida e nem parece que vai ser no metaverso.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: MacMagazine, MacRumors
User img

Fabio Tarnapolsky

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.