FedEx fará teste de entregas com motos elétricas no Recife e em Brasília

FedEx fará teste de entregas com motos elétricas no Recife e em Brasília

Iniciativa durará seis meses e será feita em parceria com startups nacionais

O uso de motos elétricas em operações logísticas no Brasil está mais próximo do que nunca de se consolidar. A FedEx, empresa norte-americana de entregas, anunciou que fará um projeto-piloto no Recife e em Brasília utilizando motocicletas do tipo. Serão três máquinas ao longo de seis meses, fabricadas pelas startups nacionais Voltz e Origem.

Duas delas estarão na capital do Distrito Federal, enquanto a outra irá para Pernambuco. Na região centro-oeste, as motos serão recarregadas pelo sistema de troca de baterias, onde o motorista pode substituir rapidamente um componente descarregado em postos pela cidade. No nordeste, o carregamento será feito nas estações da própria FedEx.

Veja também: FedEx vai testar voos de carga autônomos a partir do próximo ano

Ainda não há detalhes sobre o quanto foi investido no projeto, mas a empresa destina mundialmente mais de dois bilhões de dólares para cumprir metas de energia sustentável, redução de emissão de carbono e eletrificação de veículos.

Segundo Eduardo Araújo, diretor de logística da FedEx no Brasil, o objetivo do início do projeto é estudar a autonomia das motocicletas, de acordo com perfis de roda e do condutor - além do peso da carga: "A partir de um resultado positivo, planejamos estudar a inclusão de motos elétricas na nossa frota em um futuro próximo", disse ele.

FedEx tem planos de expansão no Brasil

A frota da FedEx no Brasil conta com cerca de 2900 veículos de entrega em 5300 cidades e seis carros elétricos adquiridos em 2013, com planos de expansão. Globalmente, a empresa quer que metade dos veículos comprados sejam elétricos até 2025 e todos até 2030.

Em outras partes do mundo, os planos 'autônomos' da marca já estão mais avançado. Nos Estados Unidos, a subsidiária FedEx Express quer implementar entregas com drones. Pensando nisso, já fechou parceria com a Elroy Air - pioneira na construção de equipamentos de carga aérea de decolagem e pouso vertical autônomo (VTOL) - para testar o sistema.

Veja também: Correios pode ser comprado pela Amazon, Magalu, FedEx ou DHL

A iniciativa da FedEx faz partes dos planos da empresa de explorar tecnologias alternativas e promissoras no mercado, onde estão inclusas as iniciativas elétricas e autônomas.

Continua após a publicidade

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: UOL, Mundo Logística
User img

Fabio Tarnapolsky

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.