Cometa Pan-STARRS é descoberto e talvez possa ser visto indo em direção ao Sol
Créditos: NASA/ JPL/ Wikimedia Common

Cometa Pan-STARRS é descoberto e talvez possa ser visto indo em direção ao Sol

Apesar de ser difícil de observá-lo no hemisfério sul, donos de telescópios de grande porte poderão tentar a sorte entre os dias 18 e 20 de abril

Detectado no dia 26 de julho de 2021, o cometa C/2021 O3 está se aproximando gradativamente do sol, mas o evento poderá não ser visível a olhos nus — nesta região do planeta pelo menos. Conhecimento popularmente como Pan-STARRS, foi observado inicialmente por astrônomos que usaram o Panoramic Survey Telescope And Rapid Response System, um refletor Ritchey-Chretien de 1,8 metro, instalado no Havaí.

Entre o final deste mês e o início de maio, o brilho do cometa terá um brilho variável, chegando até à magnitude 4,9 — sendo que o limite para o olho humano é 6. Para quem residir no Hemisfério sul, como nós, o Pan-STARRS estará em uma rota relativamente próxima do Sol, e será muito difícil enxergá-lo. Apenas donos de equipamentos especializados, como um telescópio, poderá tentar observar o acontecimento entre os dias 18 e 20 de abril.

(Créditos: Ilustração com a localização do Cometa C/2021 O3 (PanSTARRS) no dia 3 de maio de 2022, após o por do sol / earthsky.org)

PanSTARRS irá passar no seu ponto mais próximo da Terra no dia 8 de maio

Mesmo que a chance exista, será necessária a observação com instrumentos, e a luz crepuscular poderá ofuscar a visualização do objeto. O cenário ideal para observações é superior aos 30° acima do horizonte da grade azimutal, porém, o cometa estará, apenas, por volta de 10° acima - durante os dias no mês de abril. É válido ressaltar que o PanSTARRS irá passar no seu ponto mais próximo da Terra no dia 8 de maio, em uma distância estimada em 90 milhões de quilômetros de distância.

Em julho, o C/2021 O3 terá um brilho reduzido (em uma magnitude superior a 14), mas estará consideravelmente acima do horizonte no início da noite. Se o cometa não despedaçar antes desse momento, alguns donos de telescópios de grande porte poderão tentar observá-lo. Outros cometas similares a este podem ser originados do lado interno da Nuvem de Oort, uma região gelada do nosso Sistema Solar. Contudo, normalmente, os objetos originados desse local costumam se desintegrar quando se aproximar do Sol, graças à sua composição, com materiais voláteis e que tendem a se separar quando a camada de gelo inicia o processo de evaporação — mesmo ainda consideravelmente longe do astro.

01/03/2022 às 22:10
Notícia

Meteoro "bola de fogo" passa por SC e cai em Passo ...

O fenômeno foi registrado na última quinta-feira, dia 24 de fevereiro.

O processo de evaporação cria um brilho de alta intensidade por tempo limitado, um fato já conhecido por astrônomos experientes — e sendo este um dos motivos para não criarem expectativas em amadores entusiastas de observações espaciais.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: canaltech.com.br Fonte: earthsky.org, space.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.