Globo utiliza onça 3D, drones e vídeos em 8K para recriar o Pantanal em novela
Créditos: Globo/Reprodução

Globo utiliza onça 3D, drones e vídeos em 8K para recriar o Pantanal em novela

Novas tecnologias permitem inovações em novelas brasileiras

Hoje, as super produções são o padrão, não só para o cinema mas também para a TV. Com o advento das plataformas de streaming de vídeo, diversas séries têm orçamentos milionários por episódio. E, graças às novas tecnologias, o céu não é mais o limite. 

E as novelas brasileiras, um dos produtos culturais mais difundidos nos lares de nosso país, não poderia ficar fora disso - ainda mais porque a Netflix também já começou a investir nesse formato.

A Globo, um dos maiores canais do mundo, e um dos grandes exportadores de novelas para o mundo, tem investido pesado para trazer inovações para suas produções.

Pantanal, a mais recente novela da Globo a estrear - um remake da versão dos anos 90, exibida pela Manchete -, traz implementações 3D, gravações auxiliadas por drones e resolução 8K para dar vida ao mágico cenário que é o Pantanal.

Animais digitais, imagens panorâmicas, controle do tempo e mais nitidez

Os efeitos visuais em novelas, historicamente, são bem capengas. Entretanto, a Globo investiu pesado e conseguiu dar vida a animais fantásticos. Na produção temos onça, uma cobra sucuri, bois e diversas espécies de aves criados digitalmente.

"Eles foram estudados profundamente, e, para tê-los em cena, foi utilizada a rotoscopia, técnica que tem como referência uma imagem captada em vídeo, redesenhada quadro a quadro, resultando, então, na composição", explica a emissora.

Os animais são animados tridimensionalmente, cria-se pontos de articulação a partir de um “esqueleto” virtual que é projetado para cada animal que entra em cena. Com isso, o controle sobre a “atuação” do animal se torna possível. 

Mas não pense que o processo é simples; para uma cena de apenas 8 segundos são necessárias 48 horas de trabalho por parte da equipe de efeitos visuais.

Além dos animais, o cenário do Pantanal também recebeu retoques digitais, como o acréscimo de chuva e regiões alagadas.

Continua após a publicidade

E para quem fica deslumbrado com as cenas abertas, que mostram toda a beleza do Pantanal, saiba que esses “takes” foram filmados utilizando drones equipados com câmeras 8K.

"Foram vários dias de gravação, e a quantidade de drones variou de acordo com as necessidades de cada cena.” informou a Globo.

E tudo isso poderá ser assistido em 8K - para aqueles que já possuem uma TV compatível. A resolução 8k (7.680 x 4.320 pixels) é dezesseis vezes maior que a HD e quatro vezes maior que a 4K, que tem se tornado mais comum nos lares brasileiros nos últimos anos. E para acompanhar essas imagens mais nítidas e vívidas, a estreia da novela também contou com áudio surrond Dolby Atmos. Tudo isso para o primeiro episódio que foi ao ar na plataforma de streaming Globoplay e ainda pode ser conferido por lá. Lembrando que para usufruir de toda essa tecnologia, você terá que ter acesso a uma TV 8K e uma conexão de internet banda larga superior a 30 MB.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Tilt
User img

Eddy Venino

Escreve sobre games, filmes, séries e tecnologia desde 2017. Já teve diversos projetos na área, entre sites especializados e podcast. Ama cultura POP e se der corda vai conversar sobre assunto por horas a fio, indo de Dragon Ball a literatura clássica. Idealizador do coletivo NOIZ; hoje tenta tornar o entretenimento um local mais receptivo para que todos possam curtir seu lado geek/nerd.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.