GM e Honda firmam parceria para que carros elétricos fiquem mais baratos a partir de 2027
Créditos: media.gm.com

GM e Honda firmam parceria para que carros elétricos fiquem mais baratos a partir de 2027

Esta não é a primeira vez que as montadoras desenvolveram projetos conjuntos

Na última terça-feira, 5 de abril, foi anunciada oficialmente uma nova parceria entre a Honda e a General Motors (GM). A partir de 2027, será desenvolvido um segmento especializado em carros elétricos acessíveis. Os veículos serão equipados com baterias Ultium (presentes em alguns modelos de segunda geração da GM, como o Chevrolet Equinox EV) e já estarão inseridos na plataforma global unificada.

(Chevrolet Equinox EV / Créditos: mcgrathautoblog.com)

Mary Barra, CEO da GM, em um comunicado à imprensa, afirma:

"Este é um passo fundamental para o cumprimento do nosso compromisso de alcançar a neutralidade em carbono de nossos produtos e operações globais até 2040 e eliminar as emissões dos automóveis nos EUA até 2035. Trabalhando juntos, colocaremos pessoas ao redor do mundo a bordo de EVs mais rápido do que qualquer empresa alcançaria por conta própria."

Por sua vez, Toshihiro Mibe, CEO da Honda, concluiu:

Esta nova família de EVs mais acessíveis se baseará neste relacionamento, elevando nosso poder de desenvolvimento e produção de veículos compactos de alta qualidade.

 

Estão sendo estudadas pelas montadoras iniciativas para viabilizar baterias de íon lítio, com o intuito de reduzir os custos de produção - e sendo um passo importante rumo ao objetivo de tornar esses automóveis mais acessíveis. Até 2025, a GM está analisando a viabilidade das baterias de estado sólido, visando aumentar a autonomia para uma média entre 800 e 1.000 quilômetros. A Honda segue em direção ao mesmo caminho.

Continua após a publicidade

As baterias de estado sólido são mais densas do que as de íon lítio, retendo uma quantidade maior de energia, e preservando até 90% da sua capacidade total após 5 mil ciclos de recarga bem-sucedidos. Alguns modelos começam a apresentar sinais de desgaste a partir de 10 ciclos de recarga, sendo este um importante objetivo a ser conquistado. A boa notícia é que a GM pretende lançar os carros elétricos na América do Sul. Apesar de não terem mencionado especificamente o Brasil, sendo este um país muito importante para a montadora, é possível que recebamos os novos modelos em desenvolvimento.

A presidente da General Motors ressaltou:

“A GM e a Honda vão compartilhar o que tem de melhor em termos de tecnologia, design e manufatura para oferecer uma linha atrativa e mais acessível de veículos elétricos em escala global, incluindo nossos principais mercados na América do Norte, América do Sul e China”

(Créditos: (1) Toshihiro Mibe - electricmotorengineering.com / (2) Mary Barra - cms.qz.com)

A parceria entre a Honda e a GM não é recente. Em 2013, as montadoras desenvolveram um sistema de célula de combustível para o armazenamento de hidrogênio. Os esforços conjuntos resultaram nos seguintes automóveis: o Honda Acura e o Cruise Origin - um dos primeiros carros autônomos focados em serviços de entregas e robô-táxi.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: noticias.r7.com, latestcarnews.net, media.gm.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.