Veja um sistema de cooler líquido para servidores com imersão dos componentes

Solução desenvolvida pela Gigabyte e KDDI mergulha as peças para trazer mais eficiência e custos operacionais reduzidos

Veja um sistema de cooler líquido para servidores com imersão dos componentes
Créditos: Gigabyte/via TPU

29/03/2022 às 09:47
Notícia

Físicos alemães conseguiram criar um gás feito de luz

Gás possibilitará a criação de sensores ainda mais precisos

Alguns dos maiores desafios atuais para os grandes Data Centers são lidar com altas temperaturas, com o fluxo de ar e ao mesmo tempo proporcionar o resfriamento adequado para os componentes de alta performance, utilizados em servidores dedicados. 

Pensando em alternativas para esse cenário, nesta terça-feira (29) a Gigabyte anunciou a sua participação em um projeto de resfriamento líquido por imersão de única fase (sem evaporação), desenvolvido em joint venture com a empresa japonesa KDDI. 

Ainda em fase de prova de conceito, a solução desenvolvida utiliza um container independente e portátil para mergulhar todos os componentes em uma solução especial, o que segundo as empresas resulta em altíssima eficiência no arrefecimento das peças, ao mesmo tempo em que reduz os custos operacionais e principalmente os impactos ambientais. 

Immersion Cooling da KDDI e Gigabyte

Segundo o release, a KDDI buscou especificamente a Gigabyte por sua expertise na área de Data Centers e por ter o domínio de diversas das tecnologias envolvidas em Liquid Cooling com aplicação de larga escala, essenciais para a criação de um sistema mais eficiente. 

Implementação de resfriamento líquido da Submer, com a Gigabyte

Demanda em alta pela computação na nuvem

A computação em nuvem tem se revelado como uma das maiores tendências recentes no mercado de tecnologia mundial, com milhares de empresas dependendo cada vez mais de servidores remotos para a execução de suas tarefas. Isso gera uma preocupação cada vez maior sobre como estruturar os Data Centers, do ponto de vista da engenharia.

Continua após a publicidade

Demonstração de resfriamento de duas fases para melhorias no PUE

Nesse cenário, a solução mostrada pela Gigabyte foi bastante promissora, chegando a uma eficácia energética (PUE) numa escala de 1,2 a 1,3 - contra um PUE de 1,7, que é a média dos data centers modernos que utilizam air cooling atualmente. Esse resultado pode gerar uma economia no consumo de energia na ordem de 30 a 50%

Por ora, os testes estão sendo realizados na fábrica da Gigabyte. Caso bem-sucedida, a implementação dessa novidade pode gerar uma redução de consumo energético de até 400 milhões de kWh ao ano, até 2030, segundo a empresa. Resta saber se a tecnologia terá uma ampla recepção no mercado. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: TechPowerUp Fonte: Gigabyte
User img

Igor Pankiewicz

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.