Menino de 13 anos mata mãe e irmão por ser proibido de usar o celular; pai culpa Free Fire e Naruto
Créditos: 111 dots studio/Pierrot/Reprodução

Menino de 13 anos mata mãe e irmão por ser proibido de usar o celular; pai culpa Free Fire e Naruto

Pai também foi gravemente ferido e afirmou que pretende cuidar do filho

Na última semana, uma tragédia pegou de surpresa a cidade de Patos, na Paraíba. A história do menino de apenas 13 anos que matou a mãe, o irmão de 7 anos e feriu gravemente o pai causou comoção em todo o Brasil. O crime aconteceu porque o jovem havia sido proibido de utilizar o celular para jogar e conversar com seus amigos. Nesta segunda-feira (28), os advogados de defesa do pai do rapaz, Benedito da Silva Araújo, de 57 anos, afirmaram que ele pretende cuidar do seu filho. Em áudio divulgado, o militar atribui motivação do crime a jogos como Free Fire e o anime Naruto.

No dia do crime, o pai do rapaz, um policial militar reformado, foi até a farmácia comprar um remédio para a esposa e, antes de sair de casa, confiscou o celular do menino. Ao voltar da farmácia, ele já encontrou a esposa morta e o filho com o seu revólver na mão que atirou no pai e também no irmão mais novo que correu na direção do pai, durante os tiros. A arma utilizada no crime era do pai  e permanecia guardada em casa.

Pai deseja cuidar do filho

O militar reformado continua internado no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas já não se encontra mais na Unidade de Terapia Intensiva. Devido ao local onde a bala o atingiu no Tórax, ele permanece sem conseguir movimentar os membros inferiores. Até o momento não há confirmação se haverá paraplegia permanente, ou se ele irá conseguir recuperar completamente os movimentos.

O advogado de defesa, Aylan da Costa Pereira, afirmou que a intenção do pai é cuidar do filho "Ele diz que vai cuidar do filho com muito amor", comentou o advogado. Após o crime, o jovem passou por uma avaliação psiquiátrica e recebeu um diagnóstico, não revelado, e encontra-se internado no Centro Especializado de Reabilitação de Sousa, no Sertão da Paraíba. Segundo o advogado, a família busca a desinternação da criança para poder cuidar dela.

Em áudio pai aponta Free Fire e Naruto como razões do crime

Um áudio divulgado pelo site de notícias Diário do Nordeste, revela os comentários emocionados de Benedito da Silva Araújo, afirmando que seu filho é "um bom rapaz e obediente". O áudio está disponível para ser acessado nesta página.

Em outro momento da mensagem, o pai aponta que amizades ruins, além de jogos eletrônicos como Free Fire e a série de Anime Naruto teriam sido as motivações que levarem o rapaz a cometer o crime. Para ele, os amigos estimulavam o rapaz a desafiar os professores e pais, enquanto os jogos e o anime teria favorecido o comportamento do filho.

É importante ressaltar que, apesar da declaração, não existe nenhum fato que comprove a influência do jogo e do anime na execução do crime. Enquanto o jogo de tiros Free Fire, é um dos games mobile mais populares no Brasil, a série de animação japonesa Naruto, traz a história de um jovem órfão que busca se tornar o Hokage (chefe) da vila da folha, para obter o reconhecimento dos moradores da vila. Com uma história de aventura repleta de ação e mensagens positivas sobre amizade e amor, o anime possui fãs ao redor do mundo.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: G1, G1, Diario do Nordeste
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC e Escritor. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Autor do livro Histórias de Amor Talvez Estranhas.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.