Brasileira de 16 anos conseguiu identificar mais de 1,4 mil galáxias
Créditos: Arquivo Pessoal / opovo.com.br

Brasileira de 16 anos conseguiu identificar mais de 1,4 mil galáxias

A jovem concluiu uma análise astronômica para o Observatório Astronômico Nacional do Japão

Maria Larissa Paiva, uma estudante cearense de apenas 16 anos, concluiu uma análise astronômica na qual classificou, sozinha, 1.450 galáxias para o Observatório Astronômico Nacional do Japão (conhecido por lá como "Kokuritsu Tenmonda"). E esta não foi a primeira vez que Maria Larissa conseguiu resultados impressionantes, pois ela foi responsável pela descoberta de um asteroide - reconhecido posteriormente pela NASA.

Em uma conversa concedida ao Portal UOL, a adolescente afirmou que se dedicou bastante desde janeiro, e explicou um pouco sobre o que foi necessário para produzir este trabalho - que envolve procedimentos para analisar características específicas, como luminosidade, formato e comprimento de ondas das galáxias e, também, o tamanho.

Mesmo que os resultados obtidos sejam relevantes, até o momento tudo foi conquistado apenas pelo trabalho dela, sem ajudas externas - que registrava os dados em um software específico do projeto. Como está cursando o terceiro ano do ensino médio, os esforços precisaram ser divididos entre as rotinas de estudo.

A utilidade prática dos resultados pode auxiliar cientistas, que poderão antecipar alguns fenômenos pouco usuais, como a colisão desses sistemas mencionados. As galáxias classificadas pelos chamados "colaboradores" do Observatório Japonês são aprovados por membros do projeto Galaxy Cruise. É disponibilizado um ranking de análises, usados pela estudante para controlar quantas galáxias foram analisadas.

 

(Créditos: sovaquinhaboa.com.br)

Continua após a publicidade

O interesse pela astronomia faz parte da sua vida desde a infância, quando observava as estrelas com a sua avó em Pires Ferreira, um Município no Ceará (sua cidade natal).

"Certa noite, minha avó paterna, Mundinha, estava sentada na varanda e eu estava no quintal brincando. Cheguei para ela e questionei se as estrelas tinham nomes. 'Não sei todas, minha filha, mas o nome daquelas três ali são Maria. São as Três Marias (chamada de Cinturão de Órion)".

Como avó não tinha conhecimentos adicionais sobre o tópico, Maria Larissa continuou indagando outras pessoas, e ninguém conseguiu sanar a sua curiosidade. Anos mais tarde, resolveu buscar respostas pela internet, atitude responsável pela descoberta do nome do tema que tinha tanto interesse: astronomia.

Aprofundando ainda mais nos estudos, compreendeu que vários assuntos precisam ser entendidos para que seja possível continuar avançando nesta matéria. Conhecimentos sobre história e matemática (entre outros) fazem parte de alguns conceitos fundamentais quando alguém quer iniciar a carreira como astrônomo.

Recentemente, em 2021, a brasileira conheceu o chamado "Projeto ScietyLab", viabilizando as suas primeiras classificações. E este foi o passo inicial para que fosse possível ter contato com o Observatório Astronômico japonês, local responsável por oferecer uma boa infraestrutura para os interessados, disponibilizando imagens capturadas pela câmera Hyper Suprime-Cam em conjunto com o telescópio Subaru.

Com os meios necessários para dar continuidade aos processos de descobertas, a estudante pôde se dedicar às suas análises sobre as características das galáxias - gerando os resultados destacados no início desta matéria. Se tiver interesse em conhecer o projeto Galaxy Cruise, acesse este link. O perfil público no Instagram da jovem Maria Larissa Paiva, rede social que escolhida para compartilhar as suas experiências na área, pode ser acessado aqui.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: uol.com.br Fonte: opovo.com.br, sovaquinhaboa.com.br
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.