Rússia bloqueia lançamentos do GPS Europeu Galileo - e isso pode afetar o GPS do seu celular
Créditos: Reprodução | Roscosmos

Rússia bloqueia lançamentos do GPS Europeu Galileo - e isso pode afetar o GPS do seu celular

O relacionamento com a ISS permanece inalterado

Os conflitos internacionais causados pela guerra entre Rússia e Ucrânia parecem não ter fim. Após a aplicação de diversas sanções severas, que afetam a economia do país presidido por Vladimir Putin, Dmitry Rogozin, diretor-geral da estação espacial russa (Roscosmos), reagiu abertamente contra as decisões das grandes potenciais mundiais. Há algumas semanas, Rogozin confirmou que encerraria a parceria entre a Roscosmos e Europa. As equipes russas que atuavam na Guiana Francesa, fazendo parte de um projeto que trabalhava para lançar satélites do programa Galileo (um sistema de GPU europeu que seria lançado em uma nave soviética conhecida como "Soyuz") em abril deste ano, abandonaram a operação.

(Créditos: Foto pública no Twitter / @Rogozin)

Com a ajuda viabilizada pela tradução do Google para os usuários do Twitter, segue uma versão adaptada ao nosso idioma:

"Em resposta às sanções da União Europeia (UE) contra as nossas empresas, a Roscosmos está suspendendo a cooperação com parceiros europeus na organização de lançamentos espaciais do cosmódromo de Kourou e retirando o seu pessoal técnico - incluindo a tripulação de lançamento consolidada da Guiana Francesa."

Quais os impactos dessa decisão?

Mesmo com os impactos negativos criados por essa suspensão, a União Europeia afirmou que o posicionamento não prejudicaria os serviços prestados pelas redes Copernicus e Galileo. Para quem não conhece, o sistema de GPS (Global Positioning System, ou em uma tradução livre, Sistema de Posicionamento Global) mencionado é responsável por disponibilizar dados de posicionamento e tempo utilizados em smartphones e em diversos veículos - comerciais e pessoais. O sistema Copernicus possui uma função específica, pois compartilha dados de observação do nosso planeta para documentação, para que assim possam ser estudadas as mudanças climáticas em várias regiões da Terra.

Relacionamento com a ISS permanece inalterado

No último dia 18 de março, sexta-feira, a Rússia realizou um lançamento espacial com o foguete Soyuz. Apesar dos problemas políticos recentes, os trabalhos com a International Space Station (ISS, Estação Espacial Internacional) permaneceram inalterados. Porém, a parceria entre a Roscosmos e a European Space Agency (ESA, ou simplesmente "Agência Espacial Europeia") continua rompida. Fora os problemas explicados anteriormente, com os seus respectivos impactos (apesar da União Europeia ter minimizado a eficiência dessas restrições no dia a dia), a segunda etapa da ExoMars (missão não tripulada da ESA para pesquisar Marte), as missões com os satélites Galileo e o desenvolvimento do Ariane 6 (um veículo lançador) foram todas canceladas.  

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: istoe.com.b, gauchazh.clicrbs.com.br
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.