Google inicia instalação de cabo submarino na África
Créditos: Divulgação/Google

Google inicia instalação de cabo submarino na África

Empresa conectou Togo ao cabo Equiano, que ligará Europa e África do Sul

Google finalizou na última quinta-feira, dia 17, a instalação do seu cabo submarino Equinoa em Togo, país do oeste africano. O cabo parte de Portugal, ligando a Europa com a África, e também possuirá "ancoragens" em outros países do continente.

18/03/2022 às 09:10
Notícia

Já é possível reservar um domínio no Brasil usando o Google D...

O serviço estará disponível em 26 países em sua fase inicial

Togo é primeiro país da África ligado ao Equinoa

Com sua construção iniciada em 2019, essa nova instalação no continente africano faz do Togo o primeiro país da África a ter um ponto de ligação com o cabo. Nigéria, Namíbia, Congo, Ilha de Santa Helena e África do Sul são os outros países que receberão a ancoragem do cabo submarino

Após sua instalação completa, o Equiano trará melhorias para as conexões da população do continente africano com serviços do Google. O cabo foi batizado em homenagem ao escritor (e ex-escravo) nigeriano.

O cabo submarino Equiano se junta a mais 16 cabos já construídos ou em construção. Em junho o Google anunciou a construção do cabo Firmina, ligando Estados Unidos, Brasil, Uruguai e Argentina. Dos cabos do Google, o Brasil também recebe Junior, entre Rio e Santos, e o Monet, ligando o país aos Estados Unidos. Em setembro, foi a vez da empresa finalizar o Grace Hopper.

Google concluiu cabo Grace Hopper em setembro

Em setembro, a empresa finalizou a construção do cabo de internet Grace Hopper, cujas obras iniciaram em julho de 2020. Ele é o mais novo cabo ligando os Estados Unidos e Inglaterra, que estavam desde 2003 sem receber uma nova conexão. Agora, com a nova empreitada do Google, a transferência de dados entre Europa e América do Norte ganha mais capacidade em um dos pontos mais ocupados nestes quesito. As cidades integrantes dessa nova rede são: Nova York, Bude (Inglaterra) e Bilbao (Espanha). O cabo de nova geração tem capacidade de enviar 350 terabytes de por segundo. 

A expansão da rede de cabos submarinos não apenas contribui para uma internet mais rápida como também auxiliará no uso da nuvem, que demanda muita velocidade para o acesso do grande volume de dados. Essa conexão também fornecerá acesso rápido e de baixa latência para os serviços do Google, como o buscador, Gmail, Google Cloud e YouTube


Fonte: Divulgação/Google.

Continua após a publicidade

17/03/2022 às 18:22
Notícia

Google libera Developer Preview 2 do Android 13 para smartpho...

Primeiro beta do Android 13 está programado para acontecer em abril

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.