Veja a foto da aurora boreal e pilar de luz juntas no mesmo quadro
Créditos: Alexandre Correia

Veja a foto da aurora boreal e pilar de luz juntas no mesmo quadro

Registro foi feito na Noruega por fotógrafo brasileiro

Na época de faculdade, fiz um trabalho sobre Henri Cartier-Bresson para a disciplina de fotografia. O fotógrafo morreu em 2004, anos antes do iPhone e da popularização das câmeras de smartphone. Por mais que as câmeras para celulares evoluíram muito, nada supera o momento certo, algo que sempre apareceu como um amigo próximo de Cartier-Bresson.

03/01/2022 às 18:25
Notícia

Raridade: fotógrafo captura Via Láctea e Golden Gate ao mesmo...

Poluição luminosa na região dificulta registro do céu noturno da Baía de São Francisco

Aurora boreal e pilar de luz no mesmo quadro

O fotógrafo brasileiro* Alexandre Correia estava em Kautokeino, na Noruega, no momento certo e com o equipamento certo para fazer um registro raro. Quase no nível de registrar uma imagem da Via Láctea e a Golden Gate ao mesmo tempo. Fotos da aurora boreal são comuns. Sejam elas tiradas na Terra ou na órbita espacial. Claro que viajar para a Noruega ou outro país próximo dos polos para ver o fenômeno atmosférico não é uma tarefa fácil para a maioria. Mais difícil ainda viajar para a Antártida.

Mas o que Correia conseguiu foi registrar dois fenômenos em uma única fotografia: a aurora boreal e pilares de luz. Vamos explicando por partes (e de uma maneira simplificada).

aurora boreal/austral costuma acontecer nos polos da Terra. Quando vento solar traz partículas extremamente carregadas de elétrons para a Terra, estas se chocam com nosso campo magnético e são defletidas para os polos, formando as famosas luzes brilhantes e dançantes no céu.

Já o pilar de luz pode acontecer em muito mais lugares, como áreas residenciais e durante o nascer e por do sol. Esse outro fenômeno é visto quando as luzes, de diferentes fontes, são refletidas por cristais de gelo suspensos ou caindo no ar. Dependendo dos fatores ambientais, esses pilares podem ser visto de distâncias bem longas.

A foto foi registrada dois meses atrás, em um frio perfeito para causar grandes pilares de luz e com os ventos solares fortemente carregados para fornecer uma aurora boreal tão grande. A imagem foi captada utilizando uma lente de 14 mm com abertura de f/1.8, obturador com velocidade de 4s e 800 de ISO. 

Continua após a publicidade

Cartier Bresson registrou grandes momentos na sua carreira. Assim como BressonCorreia esteve no momento certo e com o equipamento certo. Ainda há coisas que só um câmera profissional pode capturar.

* Alexandre Correia entrou contato para corrigir a sua nacionalidade. Como contou Correia, o site onde a matéria foi publicada originalmente utilizou o país onde reside para informar a sua nacionalidade.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Peta Pixel
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.