Depois de quase duas décadas caindo, vendas de CD aumentaram pela primeira vez
Créditos: pixabay.com / Publicado por "Brett_Hondow"

Depois de quase duas décadas caindo, vendas de CD aumentaram pela primeira vez

Este é o primeiro aumento de vendas de mídias físicas registrado em 26 anos

Não é de hoje que a comercialização de CDs (ou mídias físicas em geral) está ficando cada vez mais restrita. Em um passado não muito distante, foi um mercado extremamente próspero. Porém, com o advento da internet e do compartilhamento de músicas irrestrito, um longo período marcado por problemas gerados pelas violações de direitos autorais (entre outros conflitos) foi enfrentado, antes que plataformas de streaming, como o Spotify e o Apple Music, pudessem levar as canções para um grande público que apenas precisava se preocupar em pagar assinaturas mensais mais acessíveis. Contudo, após mais de duas décadas, foi registrado (em 2021) um aumento de CDs vendidos nos Estados Unidos, de acordo com dados veiculados pela Recording Industry Association of America (RIAA).

As remessas saltaram de 31,6 milhões (em 2020) para 46,6 milhões em 2021. A receita foi impactada (muito) positivamente, e foi de US$ 483,2 milhões para US$ 584,2 milhões. Anteriormente, informações similares foram compartilhadas pela MRC Data. Obviamente, essas quantidades ainda são muito inferiores ao que era encontrado no início da década de 2000, quando quase 1 bilhão de CDs foram comercializados nos Estados Unidos.

Mesmo com esses resultados absolutamente positivos, ainda não tem como comparar com a fonte de receita gerada pelos serviços por assinatura pagos, que excede US$ 8,6 bilhões. Com o ressurgimento de vendagens consideráveis de mídias físicas, que sentiram o primeiro aumento de vendas em 26 anos (como um todo, entre CDs e vinis e outros), fica difícil competir com a acessibilidade e a facilidade das músicas em alta qualidade que são encontradas em muitos ecossistemas - oferecendo Áudio Espacial, Lossless (sem perdas) e até Dolby Atmos. O suporte às funcionalidades mencionadas depende do ecossistema escolhido, variando bastante entre concorrentes diretos.

As vendas combinadas de vinis e CDs representam alto em torno de 11% da receita medida pela RIAA. Já as geradas pelas assinaturas representam 57,2% da receita. Mesmo sendo muito mais fácil e conveniente ouvir as suas músicas favoritas diretamente do seu celular (ou outros aparelhos similares), podendo atingir qualidade altíssima, colecionadores de mídia física têm à disposição produtos que podem ser admirados, e também podem ser consumidos irrestritamente, sem a necessidade de renovar planos mensais - que podem até não ser caros, mas são gastos mensais fixos (ou anuais, dependendo do seu pacote).

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: asiafirstnews.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.