Como ajudar a Ucrânia? Cresce interesse por formas de auxiliar o país no combate contra a Rússia
Créditos: Reprodução | Shutterstock

Como ajudar a Ucrânia? Cresce interesse por formas de auxiliar o país no combate contra a Rússia

Brasileiros se solidarizam com os cidadãos ucranianos; entenda como ajudá-los

As buscas sobre "Como ajudar a Ucrânia" cresceram 600% nos últimos 10 dias em todo território nacional. Este levantamento foi feito por meio do Google Trends, e foi divulgado pelo Portal UOL. O Estado brasileiro com o maior número de interessados nesse tema é o Paraná, pois conta com a maior comunidade de ucranianos de todo o Brasil.

O interesse em querer ajudar os cidadãos afetados pela invasão das forças militares russas chegou ao pico no dia 06 de março. Outros termos de pesquisa similares foram identificados pelo buscador. Alguns exemplos populares ("como ajudar" e "como ir para Ucrânia ajudar na guerra") tiveram um crescimento de 120% recentemente.

Outras derivações dos termos acima, muito utilizadas desde o início da guerra, são:

1 - Como ajudar a Ucrânia?
2 - Como ajudar a Ucrânia na guerra?
3 - Como ajudar os ucranianos? 
4 - Como ajudar refugiados ucranianos?
5 - Como ajudar ucranianos no Brasil?
6 - Como ajudar os refugiados da Ucrânia?
7 - Como ajudar refugiados ucranianos na guerra?
8 - Como ajudar ucranianos no Airbnb?
8 - Como ajudar ucranianos financeiramente?
10 - Como ajudar imigrantes ucranianos?

Os impactos da guerra no mundo

Desde o início da invasão, diversos países aplicaram sanções internacionais na Rússia para tentar desestimular, ou até mesmo desacelerar o progresso dos conflitos. Recentemente, o governo russo baniu diversas redes sociais do seu país. Nos últimas dias, o grupo Meta está permitindo, temporariamente, discursos de ódio direcionados às forças militares que estão atacando a Ucrânia - e aos apoiadores desses atos.

Após o banimento da Rússia do SWIFT, poderoso sistema bancário internacional, e com a constante limitação dos direitos de liberdade dos civis russos, os impactos deste conflito são sentidos em todo o mundo. Pessoas de inúmeros países estão fazendo doações humanitárias para apoiar os cidadãos ucranianos, e isso pode ser observado por aqui, no Brasil - mesmo em ambientes fora da internet. 

Alistamento de voluntários brasileiros para auxiliar o exército ucraniano

O interesse em ajudar os cidadãos da Ucrânia pela internet é algo positivo, sem dúvidas; contudo, a preocupação de muitos brasileiros está rompendo os limites da internet. Por meio de grupos de Facebook e WhatsApp, por volta de 500 pessoas estão se mobilizando para se alistar à Legião Internacional de Defesa do Território. Quem quiser proceder com esse auxílio deverá desembolsar cerca de R$ 7 mil (por pessoa).

De acordo com Anatoliy Tkach, encarregado da Ucrânia, fora os custos que a pessoa precisa investir do próprio bolso, é necessário ter, no mínimo, inglês fluente - assim como experiência militar. Caso tenha interesse em oferecer doações e ajudas humanitárias para as vítimas da guerra, acesse este link.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: uol.com.br Fonte: uol.com.br/ecoa
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.