Uso de máscaras ao ar livre não é mais obrigatório a partir de hoje em São Paulo
Créditos: Reprodução

Uso de máscaras ao ar livre não é mais obrigatório a partir de hoje em São Paulo

Por enquanto, a obrigatoriedade será mantida em locais fechados

A partir desta quarta-feira, 9 de fevereiro, o Governo de São Paulo retirou oficialmente a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes abertos. Em ambientes fechados, porém, nada mudou por enquanto. Ou seja, para simplificar o que mudará com este novo decreto, no presente momento as normas são as seguintes:


Locais que o uso da máscara não é mais obrigatório: ruas, parques e praças - ambientes abertos;

Locais que o uso continua obrigatório: estabelecimentos fechados (lojas, por exemplo), transporte público e escolas.
 

O decreto foi publicado no Diário Oficial. Outra novidade é que agora os estádios de futebol poderão aceitar novamente 100% do público interessado. E nas escolas com quadras esportivas, mesmo as fechadas, foi informado pelo Secretário da Educação, Rossieli Soares, que não será necessário o uso das máscaras. O Governador João Dória ressaltou que a obrigatoriedade do uso do apetrecho pode ser retirada totalmente, se os indicadores de contaminação permanecerem em queda.

Dória concluiu:

Com o crescimento da vacinação de crianças de 5 a 11 anos, possivelmente em duas semanas o governo pode avaliar a liberação do uso completo de máscaras. Mas isso vai depender da consciência de cada pessoa. Se tudo continuar correndo bem, até o dia 23 de março, São Paulo pode anunciar a liberação completa do uso de máscaras em todos ambientes e em todas as circunstâncias

 

Confira o vídeo que o Governador se pronunciou publicamente sobre o assunto:

Na Grande São Paulo, a obrigatoriedade começou no dia 4 de maio de 2020 para os cidadãos que utilizam o transporte público. No dia 7 de maio, essa decisão passou a valer em outros locais, como estabelecimentos comerciais, transporte por aplicativo, nas ruas e outros locais abertos para o público. A liberação já era estudada desde o final do ano passado, mas essa decisão foi definida neste momento porque a menor média móvel de novas internações, na região metropolitana, foi registrada nos últimos dias. Um estudo da Vigilância Sanitária municipal reforçou essas medidas adotadas.

Continua após a publicidade

Em média, registraram 145,8 hospitalizações causadas pelo COVID-19 no último domingo, 6 de março. É válido destacar que, mesmo os resultados sendo os mais positivos desde o início da pandemia, mais de mil pacientes estão internados apenas na Grande São Paulo, e 1.819 pessoas estavam internadas em leitos de enfermaria e UTI.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: twitter.com, metropoles.com, g1.globo.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.