Homem que recebeu coração de porco em transplante morre dois meses após cirurgia
Créditos: Reprodução/Centro Médico da Universidade de Maryland

Homem que recebeu coração de porco em transplante morre dois meses após cirurgia

Paciente de 57 anos passou pelo procedimento em janeiro e não teve a causa da morte revelada

Nesta quarta-feira (9), o Centro Médico da Universidade de Maryland (UMMC), localizado na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos emitiu um comunicado revelando que David Bennett, de 57 anos, o primeiro homem a receber em um transplante um coração de porco geneticamente modificado faleceu dois meses após a cirurgia. 

03/03/2022 às 15:15
Notícia

Primeiro braço humano artificial deve se tornar realidade em ...

Empresa Atom Limb está desenvolvendo membro artificial controlado pela mente

Recebendo o novo órgão no dia 7 de janeiro de 2022, o paciente teve complicações nos últimos dias e teve sua morte confirmada na tarde de ontem, dia 8 de março. De acordo com as informações dos médicos, Bennett recebeu cuidados paliativos compassivos depois de ficar claro que ele não se recuperaria. É relatado também que horas antes de falecer, o homem conversou com sua família. 

Segundo o médico Bartley P. Griffith, que transplantou cirurgicamente o novo coração no paciente, Bennett lutou até o fim de sua vida e demonstrou muita coragem em aceitar o procedimento. A causa exata da morte não foi revelada.

Paciente David Bennett e médico Bartley P. Griffith (Imagem: Reprodução/Centro Médico da Universidade de Maryland)

O homem chegou ao UMMC pela primeira vez em outubro do ano passado, onde ficou internado. Para ficar vivo, Bennett foi colocado em uma máquina de bypass coração-pulmão (oxigenação por membrana extracorpórea). Segundo o hospital, o paciente de 57 anos precisava passar por um transplante, mas, era inelegível para o procedimento com a utilização de um coração convencional.

Dessa forma, antes de concordar com o procedimento de transplante de um coração de um animal, Bennett foi informado sobre os riscos, uma vez que colocar o órgão de um porco em um paciente vivo era algo experimental, podendo apresentar riscos com sequelas e benefícios desconhecidos pela ciência. 

Assim, no dia 31 de dezembro de 2021, a Agência de Alimentos e Medicamentos Americana (FDA), que atua como a Anvisa nos Estados Unidos, concedeu a autorização de emergência para a realização da cirurgia conhecida como xenotransplante (transplante de órgãos entre espécies diferentes).

Depois do procedimento, os médicos relataram que o coração transplantado não apresentou sinais de rejeição, fazendo com que o paciente conseguisse passar o tempo com sua família e realizasse fisioterapia.

Ainda sobre o transplante, Dr. Griffith acrescentou: “Como acontece com qualquer cirurgia de transplante pioneira no mundo, esta levou a informações valiosas que, esperamos, informarão os cirurgiões de transplante para melhorar os resultados e potencialmente fornecer benefícios que salvam vidas a futuros pacientes”.

Continua após a publicidade

Órgãos de porco na medicina

Lembrando que esse não é o primeiro transplante de um órgão de porco para o corpo de um humano. No ano passado, uma mulher com morte cerebral recebeu o rim do animal em primeiro transplante do gênero no mundo. Neste caso em específico que aconteceu em Nova York, o corpo da paciente que faleceu horas antes da cirurgia não rejeitou o órgão, funcionando corretamente e realizando a produção de urina.

O porco já faz parte do estudo de médicos há anos, a pele do animal, por exemplo, é utilizada para realização de enxertos em pessoas que já passaram por queimaduras graves.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Arstechnica Fonte: Centro Médico da Universidade de Maryland
User img

André Lindsay

Natural de São Paulo, André é um publicitário formado em 2020 e atualmente trabalha como redator nos sites Adrenaline e Mundo Conectado. Além da paixão pela escrita e pelo mundo da tecnologia, um dos seus grandes sonhos é se tornar dublador.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.