Conheça a maior árvore genealógica já feita, com mais de 100 mil anos e milhões de ancestrais
Créditos: Canal do YouTube / Oxford Population Health

Conheça a maior árvore genealógica já feita, com mais de 100 mil anos e milhões de ancestrais

O estudo foi viabilizado pelos pesquisadores do Big Data Institute, na Universidade de Oxford

Conhecer a história da humanidade é uma tarefa que os cientistas estão investindo muito tempo e recursos há décadas. Parte da nossa história é contada pelos nossos genes, e ao desenvolver a mais completa árvore genealógica humana até o momento, pesquisadores do Big Data Institute, em Oxford, conseguiram reconstruir os primórdios da raça humana, confirmando algumas hipóteses há muito tempo presentes.

Ao utilizar por volta de 3.609 sequências de genoma, foi possível recriar os passos de 215 populações ancestrais. A variação das amostras data entre 1.000 e 100 mil anos atrás. O diferencial deste método é que, ao traçar os genes compartilhados pela humanidade, é possível encontrar um ponto em comum entre todos nós. É viável que um indivíduo descubra quando os seus antepassados migraram para determinadas regiões, ou mesmo quando adquiriram características peculiares.

Variação das amostras data entre 1.000 e 100 mil anos atrás

Caso tenha interesse em acessar o arquivo completo com os estudos, clique neste link. Uma teoria, dizendo que os primeiros seres humanos migraram do continente africano há mais de 70 mil anos, foi confirmada por meio desses avanços. Sendo assim, os estudiosos, em um futuro não muito distante, serão capazes de analisar essas informações e descobrir onde os nossos ancestrais viveram - e, posteriormente, descobrir como se espalharam por todo o mundo.

Segundo Anthony Wilder Wohns, geneticista que liderou o estudo e pesquisador da Universidade de Oxford:

Essencialmente, estamos reconstruindo os genomas de nossos ancestrais e usando-os para formar uma série de árvores evolutivas vinculadas entre si. Assim nós podemos então estimar quando e onde esses ancestrais viveram.

 

(Créditos: Reprodução / Science; cnnbrasil.com.br)

Continua após a publicidade


Milhões de genomas podem ser inseridos nesse sistema desenvolvido. Os cientistas de Oxford planejam expandir com informações adicionais sempre que possível, para que possa ser criado um banco de dados extremamente completo, capaz de oferecer as referências necessárias para entendermos melhor a nossa origem. Apesar do estudo ter focado na raça humana, boa parte dos seres vivos, bactérias e animais podem ser estudados usando o mesmo método.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: br.sputniknews.com, gizmodo.uol.com.br, olhardigital.com.br, cnnbrasil.com.br
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.