Rússia pode ter na mira pilotos de drone para consumidores na Ucrânia
Créditos: ROSOBORONEXPORT

Rússia pode ter na mira pilotos de drone para consumidores na Ucrânia

Sistema russo anti-drone é capaz de localizar piloto remoto em segundos

Não faz muito tempo que  três amigos finlandeses arrecadaram US$ 57.000 e compraram 140 mini drones da DJI e os doaram ao exército da Ucrânia, para auxiliá-los nos combates contra os militares russos.

Essa atitude louvável não passou despercebida pelo exercito russo que agora está de olho nos drones de consumo de marcas como a DJI.

Rumores apontam que os militares russos atualmente tem acesso DJI AEROSCOPE, o que lhes permitem ter acesso a localização do usuário, além de visualizar qualquer drone DJI.

Outra preocupação é o fato de que os russos possuem uma tecnologia ainda mais avançada capaz de captar os sinais de transmissão de rádio entre drone e o piloto remoto.

E a preocupação está muito bem fundamentada. Kevin Finisterre, um nome conhecido no meio da comunidade de drones compartilhou um comunicado de imprensa em sua conta no twitter em resposta a um outro usuário, que alertava dos riscos do pilotar esses drones nas áreas mais populosas.

Conforme Kevin apontou, os russos possuem um sistema anti-drone extremamente eficaz e capaz de localizar o piloto remoto em segundos.

O temível sistema anti-drone da Rosoboronexport

Créditos: Rosoboronexport

O comunicado compartilhado por Finisterre é datado em 22 de fevereiro de 2021, e pertence a empresa russa, Rosoboronexport (que é parte da Rostec State Corporation), onde ela informa sobre as suas novas abordagem para a criação de um sistema anti-drone.

Esse novo sistema anti-drone da Rosoboronexport, segundo comunicado, é simplesmente "capaz de combater efetivamente os ataques de veículos aéreos não tripulados, combinando guerra eletrônica e sistemas de defesa aérea de várias classes”.

Para deixar um pouco mais claro, apontarei alguns dos trechos desse comunicado, para que entendam um pouco dos métodos que os militares russos podem implantar de acordo com a situação em que se encontrarem, mas o comunicado oficial completo pode ser lido aqui.

Continua após a publicidade

“Como um componente hard-kill de seu sistema de combate UAV, a Rosoboronexport oferece sistemas de defesa aérea de curto alcance, em particular, o sistema de arma / míssil antiaéreo autopropulsado Pantsir-S1M da KBP (SPAAGM) ou o SAM do tipo Tor da Almaz-Antey sistema."

“Esses sistemas são capazes de engajar efetivamente uma variedade de armas de ataque aéreo, incluindo UAVs. O Pantsir-S1M SPAAGM possui armamento de mísseis e canhões e destrói alvos aéreos em até 30 km de alcance e até 18 km de altitude. O envelope de engajamento do Tor-M2E contra alvos aéreos é de 15 km de alcance e 10 km de altitude.”

“A defesa aérea 'última' será melhor fornecida pelos MANPADS Verba ou Igla-S, bem como pelos veículos de combate do esquadrão Gibka-S MANPADS, capazes de disparar os MANPADS Verba ou Igla-S. Esses MANPADS podem destruir alvos a um alcance máximo de 6 km e a uma altitude máxima de 3,5 km.”

É preciso também frisar que tanto os drones mais novos da DJI, além de quase todos os modelos mais novos de outras marcam usam do sistema de GPS russo GLONASS, o que só reforça a necessidade de dobrar a cautela ao tentar pilotar um drone nos céus da Ucrânia.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: DroneXL
User img

Diogo Batista

Um apaixonado por games, filmes de horror, livros e metal extremo. Começou a produzir conteúdo na internet quando tudo ainda era mato e não parou mais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.