Homem é condenado a pagar 12,2 mil após destruir celular da ex
Créditos: Jenny Ueberberg/Unsplash

Homem é condenado a pagar 12,2 mil após destruir celular da ex

Segundo processo, homem foi até a casa da ex-namorada, a agrediu e destruiu o celular

Uma situação constrangedora aconteceu no Distrito Federal. A 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do DF condenou um homem a pagar indenização de R$ 12,2 mil por danos morais (R$ 5 mil) e materiais (R$ 7,2 mil) a sua ex-namorada. Segundo a ação, o homem destruiu o aparelho celular da mulher durante uma briga quando ainda estavam juntos.

02/03/2022 às 15:20
Notícia

O jogo virou: golpista do Tinder cai em golpe na internet

Simon perdeu cerca de € 6 mil, um valor pequeno se comparado ao que é acusado de roubar

De acordo com o processo, em dezembro de 2020, o homem foi até a casa da então namorada. Lá, o rapaz teria agredido a mulher e em seguida arremessado o aparelho no chão. As informações são do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.

O réu chegou a alegar que não existiam provas para comprovar a destruição do celular. Além disso, chegou a questionar uma das testemunhas, alegando "comportamento contraditório" e afirmou que o nome da depoente não foi apresentado pela autora da ação. Por fim, sustentou que os danos morais são incabíveis, uma vez que ‘seriam objeto de ação penal em andamento’.

Apesar disso, o relator refutou as alegações do ex-namorado. Já o desembargador salientou que as lesões físicas foram confirmadas através de laudo após exame de corpo de delito. Segundo o magistrado, as fotos e os depoimentos das testemunhas confirmam a perda total do celular, um Iphone, e a autoria do fato. Ainda segundo o relator, o réu não apresentou elementos para contrapor a veracidade de tais informações.

O que diz a lei

A Lei Maria da Penha define como violência patrimonial ‘qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos da mulher, incluindo os destinados a satisfazer suas necessidades’.

Histórias incomuns

O iPhone parece estar envolvido em diversas situações. Recentemente circulou uma história que uma mulher perdeu um iPhone no vaso sanitário e reencontra aparelho dez anos depois.

Durante a noite de Halloween em 2012 ela perdeu o seu iPhone. Após procurar por bastante tempo, em inúmeros lugares, eventualmente considerou que era um caso perdido. Posteriormente, comprou outro e a sua vida prosseguiu normalmente. Uma década depois, notou que o vaso sanitário da sua casa estava com alguns sons estranhos quando apertavam a descarga. Como residia em uma casa antiga, achou que fosse o problema.

Continua após a publicidade

O marido de Becki não se deu por satisfeito com essa situação, e tentou consertar o vaso. Depois de desmontar o objeto, o iPhone perdido finalmente foi encontrado de uma maneira completamente inesperada.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Estadão
User img

Cristino Melo

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.